quarta-feira, 24 de junho de 2015

Entrevista Elyseu Alvarenga 101 Anos


DUQUE DE CAXIAS DÁ ADEUS
A ELYSEU DE ALVARENGA
Integrante da segunda Legislatura na Câmara de Vereadores de Duque de Caxias, eleita em 1950 (a primeira  fora eleita em 1947, depois da queda do Estado Novo) e cujo irmão, José de Alvarenga, participara da campanha pela emancipação da antiga Vila Meriti, Elyseu de Alvarenga faleceu na noite de terça-feira (22) de causas não reveladas pela família, cujo corpo foi velado na manhã desta quarta-feira (24) numa das capelas do Cemitério do Caju, Zona Norte do Rio de Janeiro, onde foi cremado no final da tarde.
Ele morava na Rua José de Alvarenga e costumava atravessar a rua nas manhãs de domingo para assistir a missa na antiga Matriz de Santo Antônio, inaugurada em frente à sua residência em julho de 1939 e onde foi celebrado o seu também longevo casamento. E, ao lado do sociólogo Gutemberg Cardoso e de vários amigos, Elyseu Alvarenga assistiu em 16 de julho de 2012 à última missa celebrada naquele templo, poucos dias antes da sua demolição para a construção de mais um templo do consumo.
Elyseu Alvarenga completara 103 anos no domingo (21) e era o mais longevo ex vereador do município. Em 1981, ele foi entrevistado por um grupo de jornalistas da cidade, cujo depoimento em vídeo aqui reproduzido faz parte do acervo do Instituto Histórico Vereador Thomé de Siqueira Barreto, que integra a Câmara de Veredores. O vídeo está disponível no You Tube.
Postar um comentário