terça-feira, 9 de junho de 2015

MPF QUER SUSPENDER OBRAS
NA SUBIDA PARA PETRÓPOLIS
MPF aponta os riscos em um túnel de 5
km sem área adequada de escape
Em agravo apresentado pela Procuradoria Regional da República da 2ª Região (PRR2), o Ministério Público Federal reforçou o entendimento do MPF de que a construção de um túnel de 5 km em Petrópolis (RJ) , para a duplicação da BR-040, antiga Rio-Petrópolis, põe em risco a segurança viária. Além disso, o repasse de verbas públicas à Concer, que administra um trecho de 180 km entre o Rio de Janeiro e Juiz de Fora (MG), infringe a Lei de Licitações.
O julgamento do agravo interno deverá ser retomado nesta quinta-feira 11 pelo Órgão Especial do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2). 
No agravo, a PRR2 questiona a decisão que suspendeu a liminar concedida na ação civil pública ajuizada em janeiro de 2014 pela Procuradoria da República no Município de Petrópolis. A ação pedia, entre outras determinações, a paralisação das obras e do repasse de verbas, bem como a elaboração de um projeto executivo e a realização de uma auditoria de segurança viária e de licitação para seu prosseguimento. A liminar foi concedida em parte pela Justiça Federal, mas suspensa em decisão posterior.
A construção do novo trecho, com cerca de 20 km entre Duque de Caxias (RJ) e Petrópolis, está prevista desde a concessão da rodovia, em 1996. O traçado atual da subida da serra é de 1928, quando foi inaugurado pelo então presidente Washington Louis, sinuoso e com poucos trechos de acostamento.
Com correção, o custo originalmente previsto seria de R$ 400 milhões, mas o projeto básico apresentado pela Concer elevou a previsão inicial para R$ 897 milhões, bem acima do limite permitido pela Lei de Licitações para reajustes em obras públicas, que é de 25%. E o custo do novo trecho pode ser ainda maior, pois, somados e atualizados, os valores previstos no aditivo ao contrato de concessão que determinou que a obra seria custeada com recursos públicos alcançam quase R$ 1,5 bilhão. Além de custear a obra, que era de responsabilidade da concessionária, o Ministério dos Transporte ainda concordou com a prorrogação da concessão por mais 30 anos.
Outro grave problema apontado é a ausência de uma rota de fuga adequada no túnel em Petrópolis, cujo projeto não atende as normas da ABNT. Um parecer técnico do MPF alerta que “os elementos de projeto do túnel examinados e estudados até o presente momento permitem identificar uma rota de fuga inadequada, um acostamento de largura reduzida que impossibilita seu uso como via de acesso emergencial, sistema de drenagem a ser detalhado e outros elementos essenciais de ventilação e rede elétrica que exigirão novas Revisões de Projeto em fase de Obras em desacordo com as diretrizes do TCU”. Em relatório de análise de projeto, a própria ANTT reconhece que não há garantia de que a galeria que está sendo construída como rota de fuga tenha resistência mecânica suficiente para suportar o eventual impacto de veículos.
O agravo interno, apresentado pela procuradora regional da República Beatriz Christo e cujo julgamento deverá ser retomado esta semana, pede que se impeça “o prosseguimento das obras no estado físico e jurídico em que estão sendo realizadas, a toque de caixa, para que se previna fazer fato consumado e induzir em erro o Poder Judiciário”. (SUSEX Nº 2015.00.00.003097-7)

►DIRCEU DETONA LULA E DILMA
Passados 10 anos da eclosão do mensalão, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, condenado a 7 anos e 11 meses de prisão por corrupção ativa, não esconde a mágoa em relação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à presidente Dilma Rousseff. Em conversa com amigos na semana passada, Dirceu usou a palavra “covardia” para se referir à postura que considera omissa de Lula e Dilma durante todo o processo do mensalão. Omissão que, segundo ele, se repete agora, em relação à Operação Lava Jato, na qual Dirceu é investigado, e faz com que todos os petistas condenados ou não, inclusive o ex-presidente e a atual, carreguem a pecha de corruptos.
“De que serve toda covardia que o Lula e a Dilma fizeram na ação penal 470 e estão repetindo na Lava Jato? Agora estamos todos no mesmo saco, eu, o Lula, a Dilma”, disse Dirceu, segundo relatos colhidos pela reportagem.
Segundo reportagem do “Estado de S. Paulo”, aos amigos com quem falou na semana passada, Dirceu disse desconhecer as razões de Lula e fez uma ressalva ao dizer que o ex-presidente não faz “nem a defesa dele mesmo”.
Apesar da mágoa, o ex-ministro descarta qualquer possibilidade de o ex-presidente ter participado das negociações com partidos aliados que levaram ao escândalo do mensalão.
Ele revelou a pessoas próximas ter voltado contra sua vontade à direção do PT em 2009, quando preferia se manter afastado do foco político. O ex-ministro disse ter sido procurado por Paulo Okamoto, presidente do Instituto Lula, em um hotel de Brasília onde ouviu a ordem para reassumir seu posto no diretório nacional do PT. “Lula queria me controlar”, afirmou a amigos.


►PT NÃO ENTENDE NEM ATENDE LULA
O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu não é o único a criticar em conversas privadas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. À medida em que a popularidade de Lula - e seus índices de intenção de votos - são corroídos pelas denúncias de corrupção na Petrobrás, trapalhadas do governo Dilma Rousseff e pelo fraco desempenho da economia, as reclamações em relação ao líder máximo do PT afloram.


Segundo o "Estado", os críticos apontam sinais visíveis de desgaste. No início de maio, Lula discursou para uma plateia vazia em evento promovido pelo PT justamente para tentar mobilizar suas bases. Duas semanas depois cancelou a participação em outro evento esvaziado da sigla sob a justificativa de que naquele dia comemorava seu aniversário de casamento.
Ninguém aguenta mais ouvir Lula
culpar os "outros" pelo desastre
da administração petista
Outro sinal foi o recuo tanto do PT quanto de seu pupilo Nelson Barbosa, ministro do Planejamento, na ofensiva contra o ajuste fiscal proposto por Levy, ambos com o aval expresso de Lula. Para petistas próximos à presidente, a pressão de Lula contra o ajuste quase levou à uma crise sem precedentes no governo federal.
Nas últimas semanas virou moda no PT dizer que o grande erro do partido foi ter promovido a ascensão social de milhões de brasileiros sem, no entanto, politizar esta fatia do eleitorado. No passivo de Lula também consta não ter feito a reforma política no momento em que os ventos sopravam a favor.
Há ainda o fantasma de que Lula seja envolvido em investigações sobre corrupção, embora até hoje não existam provas contra ele.


►COSTA E LULA DISCUTIRAM PASADENA
Um documento oficial da Petrobras atesta que o ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa, um dos principais operadores do esquema de corrupção na estatal, viajou a Brasília, em 2006, para uma reunião com o então presidente Lula. O objetivo da reunião, segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo deste sábado, era a Refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), um mês antes de sua compra.
Paulo Roberto Costa, Sérgio Gabrielle,
Dilma e Lula no Planalto (Acervo: Veja)
O encontro entre Lula e Costa consta do relatório “Viagens Pasadena”, por meio do qual a petrolífera listava deslocamentos de executivos e funcionários, em viagens no Brasil e ao exterior, em missões referentes ao negócio – hoje considerado um dos mais mal sucedidos da história da Petrobras.
No relatório, ao qual o Estadão diz ter tido acesso, a reunião foi realizada em 31 de janeiro de 2006, no Palácio do Planalto, 31 dias antes de o Conselho de Administração da Petrobras autorizar a aquisição de 50% da refinaria. O colegiado era presidido pela então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. Lula jamais admitiu participação nessas negociações – que, de acordo com auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU), resultou em prejuízo de US$ 792 milhões ao erário.
“A conversa foi inscrita na agenda de Lula apenas como ‘Reunião Petrobrás’. Mas o Planalto não descreveu, na época, quais foram os participantes. O relatório mostra que o ex-diretor ficou em Brasília dois dias, retornando em 1.º de fevereiro. O motivo registrado foi ‘reunião com o presidente Lula’. Questionado pelo Estadão sobre a agenda com Costa, o ex-presidente afirmou, por meio de sua assessoria, que ‘a reunião com a Petrobrás’ foi ‘há mais de nove anos’ e ‘não tratou de Pasadena’. Não informou, contudo, qual foi, então, a pauta debatida”, diz trecho da reportagem.
A oposição reagiu à notícia. O deputado Antônio Imbassahy (PSDB-BA,) vice-presidente da CPI da Petrobras, investigação paralela aos inquéritos já avançados da Operação Lava Jato, garantiu hoje (sábado, 6) que sua bancada na Câmara formalizará requerimentos para que tanto a Presidência da República quanto a Petrobras detalhem o que foi discutido na reunião. Para o tucano, Lula pode ter tido influência no negócio de Pasadena.
“Ele [Lula], no mínimo, é informado [sobre as tratativas de aquisição]. A decisão de comprar uma refinaria no exterior não é tomada somente pela Petrobrás”, ponderou o parlamentar baiano, acrescentando achar estranho o ex-presidente não revelar qual foi a pauta da reunião – na agenda oficial do Planalto, à época, é registrado “Reunião Petrobras”, sem menção aos participantes. Consultada pelo jornal paulista, a assessoria de Lula não revelou o motivo do compromisso.
Membro da CPI, a deputada Eliziane Gama (PPS-MA) diz que o episódio só reforça a necessidade de que Lula dê explicações ao colegiado. Para ela, a alegada não participação do petista no processo de compra da refinaria é “indigesta”. Eliziane já apresentou requerimento de convocação de Lula, mas reclama da blindagem dele e outras figuras do PT e do PMDB, partidos com figuras expoentes sob investigação da Lava Jato. “A CPI não vai convocar políticos, e isso é sério e grave. Parece que há um acordão”, reclamou.

►HSBC DÁ UM BYE, BYE BRAZL!
O banco britânico HSBC confirmou nesta terça-feira (9) - em um comunicado enviado à Bolsa de Valores de Hong Kong, onde fica sua sede e fundado durante a ocupação britânica - o encerramento de suas atividades no Brasil e na Turquia e a demissão de cerca de 50 mil funcionários em todo o mundo.
A mudança no plano estratégico ocorre após uma série de escândalos em sua filial suíça (conhecida por Swissleaks) –em que o banco é suspeito de ter ajudado clientes, incluindo brasileiros, a sonegar impostos.
Os rumores sobre a saída do HSBC aumentaram em março, após o banco ter reportado prejuízo líquido de R$ 549 milhões em 201. No ano anterior, tinha lucrado R$ 411 milhões.
Com as mudanças, o objetivo é reduzir os custos em US$ 5 bi e conseguir um retorno sobre o patrimônio líquido de mais de 10% até 2017. Os principais interessados na operação brasileira seriam Bradesco e Itaú.
Agora, o HSBC visa focar seus investimentos na Ásia, especialmente na China e no sudeste do continente.

►CRISE DO HSBC AMEÇA 21 MIL EMPREGOS
A presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Juvândia Moreira, que também ocupa a vice-presidência da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo a Financeiro (Contraf), afastou hoje (9) o risco iminente de um corte nos empregos do HSBC. Apesar disso, ela disse que acompanha o fato com preocupação.
Juvândia informou que, assim que soube das notícias veiculadas de que a instituição britânica iria eliminar 50 mil postos de trabalho no mundo, dos quais 21 mil no Brasil, entrou em contato com o CEO do banco no país, André Brandão. De acordo com Juvândia, nessa conversa, ele confirmou apenas o interesse de manter o processo de venda sem falar em demissões.
“Na verdade, houve uma má interpretação sobre o anúncio feito pelo presidente mundial [do banco]. Eu tive acesso ao documento original em inglês no qual fala-se apenas da venda, e que eles [banco] pretendem manter no Brasil negócios com grandes investidores, clientes de renda mais alta”, justificou ela.
Juvândia, no entanto, reconhece que o caso é “preocupante”, pois, se for consolidada a venda da maioria dos ativos, será necessário saber se os novos controladores assumirão os atuais quadros de pessoal. Ela revelou que a maioria dos empregados atua em agências de Curitiba e, em segundo lugar, em São Paulo. Mas não soube precisar o número de bancários mantidos pela instituição em cada uma dessas praças.
Em nota, o HSBC Holdings confirmou, nesta manhã, no seu Investor Day, em Londres, que pretende vender a sua operação no país, mas que, de fato, irá manter escritórios de atendimento a empresas de grande porte que negociam no exterior.

►PROCON PRENDE GERENTE DE SUPERMERCADO
O gerente da filial dos Supermercados Charme da Rua Caldas Viana, 39, Petrópolis, foi preso, nesta segunda-feira (08/06), durante a Operação Baila Comigo. O órgão, ligado à Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor, fiscalizou filiais da rede no município da Região Serrana e também em Maricá e em Araruama. Todas as quatro lojas vistoriadas foram autuadas. Foram descartados, ainda, 559kg e 400g de alimentos impróprios para o consumo.
Supermercado interditado em Petrópolis
Na filial de Petrópolis, os fiscais flagraram funcionários do mercado abrindo embalagens de bacon vencido e colocando o produto para venda a granel aos clientes. Também no supermercado os fiscais encontraram carne previamente moída, o que é proibido por lei no estado do Rio. Além disso, os produtos na área de salgados estavam em um ambiente aberto, expostos a insetos, poeira e manipulação direta do consumidor. O gerente da filial foi levado para a 105ª DP (Petrópolis), onde os policiais civis abriram um inquérito.
O Supermercado Charme da Rodovia Amaral Peixoto, 6.755, Araruama, não apresentou o certificado do Corpo de Bombeiros. Os fiscais determinaram um prazo de 48 horas para a apresentação do certificado. A filial também não apresentou seu alvará de funcionamento. O estabelecimento tem 48 horas para apresentar o certificado e 15 dias para apresentar seu alvará. Caso não cumpra uma destas determinações nos prazos definidos a loja será interditada. A loja da Estrada de Itaipuaçu, quadra 14, lote 3-A, Maricá, teve a câmara com material de padaria interditada. O local apresentava mofo e goteiras. Entre outras irregularidades que a fiscalização identificou na filial estava o uso de pallets de madeira (o apoio tem que ser feito de plástico), carne com péssimo aspecto, já esverdeada, e divergência entre o preço anunciado na gôndola e o cobrado no caixa. Também foi encontrada na filial carne previamente moída. A loja não apresentou seu alvará de funcionamento e recebeu um prazo de 15 dias para apresentá-lo ao Procon Estadual. Caso isso não ocorra, a filial será interditada.


►CAXIAS APLAUDE DE PÉ ORQUSTRA DE MERITI
A segunda apresentação da Orquestra Cem Violinos de São João de Meriti, no Teatro Raul Cortez, na noite desta quinta-feira (04/06), feriado de Corpus Christi, atraiu mais de 500 pessoas ao maior espaço cultural fechado da Baixada Fluminense. Na plateia, adultos, jovens e crianças assistiram à apresentação da orquestra formada por mais de 100 músicos instrumentistas, um coro de 30 vozes, e quatro sopranos e solistas.
Os jovens músicos foram muito aplaudidos
No repertório do concerto no Teatro Raul Cortez a Orquestra Cem Violinos apresentou músicas de Roberto Carlos e Erasmo Carlos (Como é grande o meu amor por você) e Pixinguinha, e como destaques composições para sinfônicas de Bach, Handel e Strauss (com a valsa “Danúbio Azul”), que emocionaram o público.
 “O papel da cultura é trazer para cidade as mais diversas vertentes do clássico ao popular, dando oportunidade à população de Duque de Caxias de assistir grandes espetáculos. É muito gratificante ver o Teatro Raul Cortez lotado num feriado”, disse o subsecretário de Cultura, André Oliveira.
A orquestra Cem Violinos foi criada em 2009 e surgiu da ideia de juntar o máximo de músicos profissionais e iniciantes. Seu trabalho, pioneiro na Baixada Fluminense, é destaque na difusão da música clássica na região. A orquestra é formada por 100 violinos, quatro violas, 12 violoncelos, sete contrabaixos acústicos, cinco flautas transversas, quatro clarinetes, quatro saxofones, quatro trompetes, três trombones, dois bombeardes, um teclado, um baterista. Seu Coro tem 30 vozes, dois solistas e dois tenores.

►CAPACITAÇÃO NA UPP DA MANGUEIRINHA
O Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CR Mulher), recém inaugurado no bairro Centenário, em Duque de Caxias, recebeu terça-feira (2), o efetivo feminino da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Mangueirinha, no mesmo bairro e inaugurada no ano passado, para reunião de capacitação sobre ocorrências que envolvam violência doméstica. A ideia surgiu após a tentativa frustrada de sequestro ocorrida em maio, durante a comemoração do ‘Dia Municipal para Redução de Desastre’, quando uma mulher tentou tirar documentos falsificados para uma criança que não era sua filha.
Confraternização no final do curso
Para a secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Claudia Peixoto, essas ações são importantes pois mostram a integração entre os governos municipal e estadual, através da valorização de políticas públicas voltadas para o lado social, principalmente nas áreas pacificadas do município
“Essa é uma estratégia da prefeitura para promoção da integração urbana, social e econômica que tem como missão mobilizar e articular políticas e serviços municipais nesses territórios, produzindo informação qualificada, coordenando esforços das secretarias municipais e promovendo ações integradas com os governos estadual e federal, a sociedade civil e a iniciativa privada, sempre em favor do desenvolvimento e da qualidade de vida nas regiões ocupadas pela UPP”, destacou a secretária Claudia Peixoto.
Durante a capacitação, as policiais da UPP Mangueirinha conheceram o espaço do CR Mulher e os serviços que são oferecidos às vítimas da violência doméstica e também violência de gênero, e o tipo de apoio jurídico e psicológico dados às vítimas encaminhadas para o equipamento.
“Nós fechamos essa parceria e daqui para frente as policiais poderão encaminhar algumas demandas, que não configurem crimes, para o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), onde fica localizado o CR Mulher. No local também funciona um centro de apoio especializado ao idoso, aos adolescentes e aos portadores de necessidades especiais”, explicou a Relações Públicas da UPP, soldado Tatiana Marques.

►NOVA HIDRELÉTRICA NA BOLÍVIA
O governador do Acre, Tião Viana (PT), o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga (PMDB), e o presidente boliviano Evo Morales pretendem se reunir em julho para oficializar a construção da usina hidrelétrica binacional Brasil-Bolívia no rio Madeira, com barragem em território boliviano.
Governador Tião Viana, do PT
Segundo revelou o jornalista Leandro Mazzini em seu blog “Coluna Esplanada” nesta segunda-feira (8) as negociações avançam entre os setores energéticos dos dois países, e a obra está orçada em R$ 15 bilhões, com previsão de gerar 3 mil MW. O modelo deve seguir Itaipu (parceria com o Paraguai) – se concretizada a operação, a Bolívia deve vender energia excedente para o Brasil.
O projeto é de 2011 – à época era orçado em R$ 5 bilhões por autoridades bolivianas, segundo a imprensa do país vizinho, com previsão de ficar pronta para este 2015, gerando o mesmo 3 mil MW.
Logo depois de tomar posse (2006) em seu primeiro mandato, o presidente Evo Morales expropriou uma refinaria comprada pela Petrobrás, que recebeu instruções do ex presidente Lula de que não discutisse o preço a ser pago pelo presidente boliviano, mesmo sem considerar o preço pago na compra da refinaria operada até então por uma empresa estrangeira que decidiu sair da Bolívia, como medo justamente de ser expropriada por Morales, como prometera durante a campanha eleitoral.
  
►BOM JARDIM: SEM UPP E SEM BANDIDOS
A cidade de Bom Jardim, na Região Serrana, não apresentou nenhum registro de ocorrências de Letalidade Violenta, Roubo de Rua e Roubo de Veículo entre janeiro e maio deste ano. De acordo com o comandante do 11° Batalhão da Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Carlos Eduardo Hespanha, o índice zero de criminalidade é resultado do trabalho integrado da polícia com a população.
 – Temos realizado operações policiais, sobretudo aquelas com o intuito de apreender carros em situação irregular. Sabemos que a maioria dos veículos irregulares são usados por criminosos. Também intensificamos nosso policiamento em áreas consideradas críticas do ponto de vista da segurança – disse o comandante. 
A comunidade também tem ajudado a PM a cumprir sua missão de cuidar da segurança da cidade. Muitos moradores têm usado um aplicativo de mensagens gratuitas de textos para fazer denúncias e solicitar policiamento. 
– Com o aplicativo, temos recebido informações privilegiadas que nos auxiliam a agir com mais celeridade no combate ao crime. Divulgamos um número que tem conexão direta com nossa Sala de Operações. Esta tecnologia tem nos ajudado bastante – explicou o tenente-coronel. 
Com aproximadamente 40 policiais militares, Bom Jardim já havia registrado baixos índices de criminalidade no segundo semestre de 2014. Apenas dois homicídios ocorreram no período, no ano passado.
O 11º BPM atua nos municípios de Bom Jardim, Nova Friburgo, Duas Barras, Cantagalo, Cordeiro, Macuco, Santa Maria Madalena e Trajano de Moraes.

►TOMÓGRAFO MÓVEL CHEGA A RIO BONITO
O município de Rio Bonito recebe, até o dia 13 de junho, o Tomógrafo Móvel da Secretaria de Saúde. A unidade itinerante vai atender também pacientes de Tanguá, São Gonçalo, Silva Jardim e Itaboraí. O equipamento está instalado na Avenida Nilo Peçanha, esquina com a Rua Getúlio Vargas. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h30, e aos sábados e feriados, das 8h às 15h.
Os exames de tomografia computadorizada são realizados a partir do agendamento prévio, feito pela secretaria municipal de Saúde de cada cidade com a Secretaria de Estado de Saúde. Os laudos são encaminhados para as secretarias de Saúde do município de residência do paciente. A iniciativa destina-se a realização de exames de tomografia computadorizada de caráter eletivo, com objetivo de atender a demanda, muitas vezes reprimida, de muitos municípios. 
Os serviços móveis de diagnóstico por imagem do Governo do Estado chegaram a 176.759 exames realizados. Dois tomógrafos, uma ressonância magnética e um mamógrafo móvel, que funcionam em carretas especiais e reúnem investimentos de R$ 13,4 milhões, são os responsáveis pelos números, inéditos no país. Os equipamentos foram inaugurados para suprir a carência de regiões onde o acesso a exames de imagem na rede pública de Saúde é inexistente ou incapaz de atender à demanda

►RIO UNIFICA ATENDIMENTO MÉDICO
A partir desta segunda-feira (8), procedimentos ambulatoriais de alta complexidade passam a ser regulados de forma unificada em todo o estado do Rio de Janeiro. A regulação será coordenada pela central Reuni-RJ, lançada pelo governador Luiz Fernando Pezão e pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro, acompanhados do secretário de Estado de Saúde, Felipe Peixoto. Todos os serviços prestados na área de saúde pelas esferas estadual, federal e municipais deverão estar integrados até o fim do ano, incluindo ainda as unidades universitárias e filantrópicas.
Instalada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), a Reuni-RJ abrange serviços ambulatoriais das seguintes especialidades: gestação de alto risco, cirurgias bariátricas, radioterapia, hematologia e terapia renal substitutiva (TRS), totalizando 10.462 vagas.
O modelo adotado pelo Rio – de unificação das ofertas de serviços em saúde das três esferas de gestão em uma única central – é uma iniciativa pioneira no país e, segundo o ministro Arthur Chioro, pode ser replicada em outros lugares do Brasil.
– Até o fim deste ano, a central contará com 100% da oferta dos hospitais federais aqui no Rio de Janeiro. É uma determinação do Ministério da Saúde que a nossa oferta seja colocada à disposição. Temos absoluta convicção de que o Rio de Janeiro vai estabelecer um modelo que será referência para regulação para o restante do Brasil – afirmou Chioro.
Nas especialidades de terapia renal substitutiva (TRS), gestação de alto risco, cirurgia bariátrica e hematologia, a regulação irá beneficiar os moradores de todo o estado do Rio de Janeiro. Já a oferta das vagas para radioterapia será regulada para moradores da Região Metropolitana I (Rio de Janeiro, Itaguaí, Seropédica, Queimados, Japeri, Mesquita, Nova Iguaçu, Nilópolis, São João de Meriti, Belford Roxo, Duque de Caxias e Magé).


►CAXIAS E A FESTA DO PADROEIRO
Será aberta nesta quinta-feira (11), às 20:00 horas, a tradicional Festa de Santo Antônio, padroeiro de Duque de Caxias, resultado de uma parceria firmada em 2014 entre a Catedral de Santo de Antônio e a prefeitura. Além da programação religiosa, a comemoração conta também com uma programação cultural, literária e gastronômica na Praça do Pacificador, no centro. A comemoração será aberta, no palco montado no adro da
A exemplo do ano passado, o trecho da Avenida Governador Leonel de Moura Brizola (antiga Presidente Kennedy) será interditado entra a Rua Nunes Alves e a Avenida Dr. Manoel Teles, onde serão montadas barracas padronizadas para venda de comidas típicas, artesanato e para realização de ações culturais. Na área externa da igreja será montado um palco para a apresentação de bandas católicas.
Já na área da Praça do Pacificador haverá aula dos chefs Fred Monnier, Damien Montecer, Deise Novakoski, Fred de Maeyer, Toninho Momo, entre outros, além do circuito gastronômico, reunindo os principais restaurantes de Caxias. No palco externo do teatro Raul Cortez acontecem shows de Dominguinhos do Recife, Beto Gaspari, Paulinho Balthazar, Jô Reis, La Nuova, Priscila Almeida e Acadêmicos do Grande Rio.
A festa terá ainda exposição sobre Luiz Gonzaga, o Gonzagão, na Biblioteca Municipal Governador Leonel de Moura Brizola, lançamento de livros- entre eles de alunos da rede municipal de ensino- bate papo literário, palestras, mesa de debates entre outras atividades.

►TRAFICANTES DESFILAM ARMADOS NO RIO
Um vídeo feito por moradores de condomínio localizado no bairro de Turiaçu, perto de Madureira, Zona Norte do Rio, mostrou criminosos armados circulando livremente pelo local. O medo da população levou algumas pessoas a deixar seus apartamentos no prédio. As imagens, feitas por moradores assustados com a petulância dos bandidos, foram divulgadas pelo jornal “O Dia” no You Tube.
Procurada pela reportagem do jornal, a Polícia Militar informou que o comandante do 9º BPM (Rocha Miranda), tenente-coronel Roberto Garcia, tomou conhecimento do vídeo através da assessoria da imprensa da corporação e que as imagens já foram encaminhadas para o Setor de Inteligência do batalhão para tentar identificar os homens armados. 
Por meio de nota, o comandante do 9º BPM (Rocha Miranda) garantiu que tem realizado operações com frequência na região, e que na quarta-feira o batalhão fez incursões nas comunidades Faz Quem Quer e Morro do Terço. Na ação, oito homens foram detidos por suspeita de envolvimento com o tráfico. O tenente-coronel disse ainda que continuará com as operações. 
Além disso, o comandante pediu a colaboração da população para identificar e prender os bandidos. As denúncias podem ser enviadas diretamente para o e-mail cmt_9bpm@pmerj.rj.gov.br.

►TRAMBIQUE DE R$ 25 MI NA BARRA DA TIJUCA
Acusado por pelo menos 50 amigos de ter fugido para Orlando, nos Estados Unidos, com pelo menos R$ 20 milhões (US$ 6,5 milhões) após aplicar um golpe, foi divulgado pelo Disque Denúncia nesta segunda-feira (8) o cartaz de procurado de Rafael Miranda Caram.
Ele usou uma rede de amigos para juntar dinheiro que seria investido em negócios fantasmas. No início, Caram depositava o lucro para os investidores, mas quando o negócio cresceu muito, segundo as supostas vítimas, ele deixou de pagar e foi morar nos Estados Unidos.
Segundo as vítimas, o suspeito, que morava na Barra da Tijuca, recrutava pessoas para aplicar dinheiro, e dizia que daria lucro de 16% do valor investido a cada 40 dias. O valor mínimo a ser investido seria sempre de R$ 50 mil. Com o tempo, no entanto, os supostos investidores perceberam indícios de que haviam caíram num golpe.
Uma das vitimas chegou a fazer um investimento de R$ 300 mil. Rafael inventou investimentos em aço, venda de diesel e até fraudou balanços de uma estatal para convencer os investidores. Para cada vítima, ele citava um tipo de investimento distinto.
Rafael Miranda Caram teve mandado de prisão expedido pela 36ª Vara Criminal da Capital por estelionato e associação criminosa. Caram responde a inquérito policial na Delegacia de Defraudações (DDEF), encarregada pela investigação. Segundo a especializada, as buscas continuam a fim de localizar e prender o foragido.
Informações a respeito de Rafael Miranda Caram, podem ser enviadas ao WhatsApp do Portal dos Procurados (21) 96802-1650, ou por telefone para a Central Disque-Denúncia pelo (21) 2253-1177. 


Postar um comentário