domingo, 5 de julho de 2015

FESTA LITERÁRIA VAI REUNIR
A FLIP E A FLUPP EM CAXIAS
 Grandes nomes da literatura nacional e internacional estarão em Duque de Caxias nos dias terça (8) e quarta-feira (9) para participarem do Encontro das Festa Literárias FLIP e FLUPP, no teatro Raul Cortez. O evento conta com o apoio da secretaria municipal de Cultura e Turismo; do Ministério da Cultura; BNDES; Governo do Estado; Lei de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro; e Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro.
A entrada será gratuita.
A mesa formada pela escritora portuguesa Alexandra Lucas Coelho e pelo cubano Leonardo Padura abrirá o Encontro das Festa Literárias FLIP e FLUPP nesta terça-feira (8), com o tema “Quando olho para o outro descubro mais sobre mim”. Em seguida, o Israelita Waldman e o queniano Ngugi wa Thiong’o vão debater sobre o tema “Tão distante e tão perto”.
Na quarta-feira (9), o tema “Uma Cassetada na mesmice” vai reunir o ex-integrantes do programa Casseta e Planeta, Marcelo Madureira e Leandro Firmino, o Zé Pequeno do filme Cidade de Deus. Para fechar o dia, os escritores Bruno Duarte e Ramon Mello vão falar sobre o tema “Mesmo que seja eu”.
O evento terá ainda as participações especiais de Sarau Caminho do Poeta; Coletivo MultiArte; Poesia de Mesa; Bruno Max e Caixa Forte; Jessé Cabral/Teatro Sol sem Dó; Matheus Carvalho; Sarau Donana; Heraldo HB; Terreiro de Ideias e Virtú.
A Festa Literária Internacional das Periferias (FLUPP), vai para 4ª edição este ano. Idealizada por Écio Salles e Julio Ludemir, o evento irá homenagear os 450 anos da cidade do Rio de Janeiro durante cinco dias do mês de novembro, com uma programação voltada para todas as idades. Antes disso, os organizadores buscaram uma forma de atrair novos escritores com a realização de 35 encontros literários, sendo 13 desses em Duque de Caxias.
“Nosso pensamento esse ano foi ir além da capital, e a Baixada Fluminense é um local com o qual sempre tivemos essa relação. Por isso achamos fundamental fazermos essa linha com Duque de Caxias. Queremos muito estreitar esse diálogo com os jovens, oferecendo o que temos de melhor que é a literatura”, explicou Écio.

►DELATOR VAI ENFRENTAR DILMA NO TSE
O Tribunal Superior Eleitoral se prepara para um dos julgamentos mais importantes da história. Trata-se da denúncia de que a campanha de reeleição da presidente Dilma foi financiada com dinheiro ilegal, fruto da corrupção.
Quem registra esse panorama sóbrio para Dilma Rousseff é o jornalista Claudio Humberto em sua coluna no Diário do Poder, deste domingo (5), acrescentando que será decisivo o depoimento, ao TSE, do delator Ricardo Pessoa, dono da construtora UTC e coordenador do cartel que roubou a Petrobras. Seus testemunho nesse caso será nitroglicerina pura.
O doleiro Alberto Youssef pode também depor no TSE. Ele contou que o PT lhe pediu para “internalizar” R$ 20 milhões para a campanha.
O processo no TSE foi aberto com a denúncia do PSDB de que a campanha de Dilma recebeu doações ilegais e não prestou contas.
Em depoimento à Lava Jato, Ricardo Pessoa confessou haver levado dinheiro vivo, do esquema do Petrolão, para a campanha de Dilma.
A própria Dilma já admitiu haver recebido R$ 7,5 milhões da UTC, que Ricardo Pessoa garantiu terem sido produto de achaque.

►LULA DESCONSTRÓI DILMA
Claudio Humberto também garante que pesquisa interna do PT já previa números desastrosos para Dilma (popularidade abaixo de 10%) antes mesmo de o Ibope revelar que a popularidade de Dilma despencou a 9%. 
Na recente reunião com religiosos simpatizantes do partido, Lula afirmara que, na região do ABC, berço do PT, só 7% dos eleitores afirmaram que o Governo Dilma era ótimo ou bom. Para Claudio Humberto foram esses s dados, levantados na região mais petista de S. Paulo, que se transformaram no estopim para que Lula desembarcasse em Brasília no começo da semana para adiantar a má notícia a lideranças petistas e peemedebistas. Aos caciques do PMDB Lula pediu “voto de confiança”.
Para Lula, o plano “Pátria Educadora” ainda pode “salvar” Dilma, segundo o marqueteiro João Santana, mas
em reunião com o PT, dia 29, Lula ouviu: “como defendemos a “pátria educadora” que corta R$ 9 bilhões da Educação?”. Ele não respondeu.
A cúpula petista teme derrota de Dilma no TCU e, com a Presidente tão frágil, que o Congresso julgue as pedaladas fiscais. Lula pediu apoio ao PMDB.

►RAPOSA TOMA CONTA DO GALINHEIRO
O deputado Leonardo Quintão (PMDB-MG) é o relator do novo Marco Regulatório da Mineração, em discussão na Câmara dos Deputados, apesar de sua campanha ter sido financiada por empresas do setor de mineração. Da receita de R$ 4,9 milhões de sua campanha de 2014, R$ 2,1 milhões têm mineradoras como origem. Procurado com insistência para explicar suas razões, Quintão não se deixou localizar.
A denúncia é do jornalista Claudio Humberto em seu blog, onde revela outros detalhes do currículo do deputado mineiro. Segundo CH, a ligação de Leonardo Quintão com o setor minerador é até familiar: seu irmão Rodrigo é dono de uma mina e administra outra.
E mais: Leonardo Quintão tem ambições no setor. Até indicou o atual diretor do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Celso Garcia.

►O PETRÓLEO AINDA É NOSSO?
A Central dos Sindicatos Brasileiros, presidida por Antônio Neto, vai promover nesta segunda-feira (6) em São Paulo um seminário sobre a questão da soberania da Petrobras. É uma reação desesperada dos petistas para reverter a sua posição perante a opinião pública, diante do tamanho do escândalo do “petrolão”, que também envolve o MDB, o PP e o PDT.
Paulo Roberto Costa, Sérgio Gabrielle,
Dilma e Lula traçam o futuro da Petrobras
O pretexto para esse encontro de sindicalistas e lulistas é organizar uma frente de defesa da Petrobrás, diante da possibilidade de o Congresso aprovar a proposta do senador José Serra, que retira da Petrobrás a obrigação (mãos não impede) de participar com 30% dos recursos a serem investidos no Pré Sal, considerando que a empresa, para recompor o Caixa, já decidiu vender parte dos seus ativos, inclusive concessões no Pré Sal e de 30% do capital da Petrobrás Distribuidora.
Entre os convidados VIPs, estarão o economista Luís Gonzaga Beluzzo, o ex Ministro do Trabalho Carlos Lupi (presidente do PDT), além dos ex-ministros Gilberto Carvalho e Luís Dulci (hoje no Instituto Lula), e do ainda ministro do Trabalho, Manoel Dias.
No evento, será lançada a edição especial da trilogia ‘A Era Vargas’, de José Augusto Ribeiro. Como é público e notório, Vargas é o ‘pai’ da Petrobras e do bordão ‘O petróleo é nosso’ – embora a existência do petrolão desminta essa paternidade coletiva.

►PELA FAMÍLIA E CONTRA A CORRUPÇÃO
Cerca de 5 mil pessoas, segundo a PM, participaram da Marcha para Jesus – pela Família e pelo Brasil, em Taguatinga, cidade situada a cerca de 30 quilômetros de Brasília. A organização convocou 3 mil igrejas cristãs, a maioria evangélica, para participar da caminhada, de 3 quilômetros. Eram esperados 15 mil fiéis. A marcha teve o objetivo de promover os valores cristãos e protestar contra a corrupção.
O seminarista Mateus Carvalho, de 33 anos, da igreja Casa da Bênção, carregava uma bandeira do Brasil. Ele defendeu "menos corrupção, tanto nas grandes quanto nas pequenas instituições". A igreja distribuiu a bandeira para os fiés.
De acordo com o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os evangélicos são 22,2% da população brasileira. Trata-se da religião que mais cresceu, na última década: houve um aumento de 16 milhões de pessoas que se declararam evangélicas.
Na Câmara dos Deputados, segundo o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar, a Frente Parlamentar Evangélica reúne 78 integrantes e tem a presidência da Câmara, com Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
A marcha englobou também pautas sociais, como o incentivo para participar do cadastro de doador de medula óssea. O grupo The Clowns of God, formado por várias igrejas, levou cartazes e jalecos para conscientizar quem por ali passasse. "A medula é uma das coisas mais difíceis [para a realização de um transplante, uma vez que é preciso haver compatibilidade entre o doador e o paciente]: estamos chamando o maior número de pessoas possível [para a doação]", disse Rafael Silva, de 17 anos, um dos integrantes do grupo.
Essa é a terceira marcha no DF este ano. Mais seis estão programadas até o dia 5 de setembro, quando ocorre a principal delas, no centro de Brasília.

►AUMENTA O MEDO DO DESEMPREGO
O medo do brasileiro de perder o emprego aumentou 5,4% no mês de junho, na comparação com março, atingindo o maior nível desde setembro de 1999. É o que aponta a pesquisa Índice de Medo do Desemprego (IMD), divulgada na sexta-feira  (3) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).
Na comparação com junho do ano passado, o indicador registrou alta de 36,8%. Se o recorte for entre dezembro e março, o aumento ficou em 32,1%. De acordo com a CNI, os indicadores mostram que as expectativas da população em relação ao mercado de trabalho “continuam se deteriorando".
Outro estudo, o Índice de Satisfação com a Vida, mostra uma melhora de 1% na comparação com março. A CNI, no entanto, considera a melhora "insuficiente" para reverter a tendência de queda que vem sendo verificada. Se comparado a junho de 2014, o índice apresenta recuo de 7,3%.
"Os indicadores refletem o aprofundamento da crise, ou seja, uma maior dificuldade de conseguir emprego e inflação alta", afirmou o gerente executivo da Unidade de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca.
A pesquisa ouviu 2.002 pessoas em 141 municípios entre 18 e 21 de junho de 2015.

►PETROLÃO E REFORMA POLÍTICA NA CÂMARA
Após uma semana tumultuada e marcada pela aprovação, em primeiro turno, da proposta de emenda à Constituição que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos, nos casos de crimes hediondos, a Câmara dos Deputados vai retomar esta semana as votações em segundo turno da reforma política.
A votação em primeiro turno começou no fim de maio e foi concluída no dia 17 de junho. Agora, os deputados deverão retomar as votações dos temas aprovados em primeiro turno. Entre eles estão o fim da reeleição, os cinco anos de mandato para os ocupantes de todos os cargos eletivos, o acesso ao Fundo Partidário e ao tempo de rádio e TV apenas para legendas com, pelo menos, um deputado eleito.
Estará em discussão também o financiamento privado de campanhas, com doações de empresas a partidos políticos. Sobre esse último ponto, os deputados precisam alterar a legislação ordinária para disciplinar as doações. Como se trata de matéria que altera a Constituição, as votações têm que ocorrer em dois turnos, antes de serem encaminhadas para o Senado.
“Nosso objetivo primordial é concluir o segundo turno da reforma política e o projeto infraconstitucional da mudança da Lei Eleitoral. Isso é fundamental, porque tem que ser enviado ao Senado para que a gente possa ter isso valendo para as eleições de 2016”, disse o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Ao lado da votação da reforma política, a Comissão Parlamentar de Inquérito da Petrobras deve movimentar a semana na Câmara dos Deputados, com os depoimentos do ex-ministro chefe da Controladoria Geral da União Jorge Hage, para falar sobre o caso da SBM Off Shore.
Haverá depoimento do presidente do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), Carlos Barreto, e da viúva do ex-deputado José Janene. Ocorrerão também as acareações entre o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque e o ex-gerente de Serviços e Engenharia da estatal Pedro Barusco, e de Barusco com o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.
O plenário poderá votar o Projeto de Lei 1358/15, que muda o índice de correção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, cuja urgência foi aprovada na última terça-feira (30). Pela proposta, os depósitos feito0s a partir de 1º de janeiro de 2016 serão corrigidos pela TR mais 0,5% ao mês, quando a taxa Selic for superior a 8,5% (atualmente a taxa está em 13,75%).
Quando os juros forem inferiores a 8,5%, a correção será TR acrescida de 70% da taxa Selic. É o mesmo cálculo aplicado hoje às cadernetas de poupança. Atualmente a correção é feita com base na taxa referencial (TR), em torno de 0,1% ao mês, mais juros de 3% ao ano.

►AGRESSÕES A MAJU GERAM SUSPEITAS
Para o internauta Benone Augusto de Paiva, de S. Paulo, seguidor do blog, as agressões gratuitas à jornalista Maria Júlia Coutinho, que nas redes sociais se apresenta como Maju, tem o DNA de petistas. Para Paiva, esse episódio de preconceito racial envolvendo a linda e eficiente jornalista Maria Júlia do Jornal Nacional da Globo, foi criado no laboratório de “maldades” do partido.
Segundo o crítico Paiva, é fácil concluir como esse extemporâneo preconceito foi "montado", pois basta ver que a própria Globo tem vários e excelentes jornalistas negros há muito tempo, como Haroldo Pereira e Glória Maria, e todos foram sempre queridos do público. De repente, os telespectadores viraram racistas... Ha, ha, ha, que mudança drástica e repentina justamente num momento em que o PT está em crise e renegado pela maioria dos brasileiros! Bem que a Polícia Federal poderia executar mais um dos seus excelentes serviços que vem prestando a nação, apurando também este episódio envolvendo o racismo e certamente a calúnia.

►TCE MULTA EX-PRESIDENTE DA CENTRAL
O engenheiro ex-presidente da Companhia Estadual de Engenharia de Transportes e Logística (Central) Albuíno Cunha de Azeredo foi multado em R$ 6.779,75 (2.500 Ufir-RJ) pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ) nesta quinta-feira (2/7). A decisão do plenário acompanhou o voto do relator do processo, conselheiro José Maurício de Lima Nolasco.
O motivo foi a falta de esclarecimentos sobre a contratação de três escritórios de advocacia, entre 2005 e 2006, para fazer a defesa judicial da companhia em processos trabalhistas. Segundo a avaliação da Corte de Contas, a Central desrespeitou o art. 37 da Constituição Federal ao terceirizar a defesa da companhia a escritórios de advocacia.
O correto seria a utilização de servidores concursados, ou seja, advogados do quadro de pessoal da companhia, já que se trata de uma atividade de necessidade permanente. Em casos como esse, quando há número insuficiente de advogados, é indicado ao órgão que abra concurso público para contratação.  Por decisão do TCE, o atual presidente da Central, Roberto Marques da Costa Neto, terá que corrigir os problemas encontrados, caso ainda existam.   
O engenheiro Albuino Azeredo foi governador do Espírito Santo, sendo eleito no segundo turno das eleições de 1990. Com a eleição de Rosinha Garotinho, Azevedo foi nomeado presidente da Central, sucessora da extinta Flumitrens.

►TCE SUSPENDE  OBRAS EM PRESÍDIO
o Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ) decidiu manter adiada, até que a Secretaria de Obras do Estado (Seobras) corrija todas as falhas do edital,  a concorrência para a realização do projeto executivo e execução das obras de ampliação do presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos dos Goytacazes, no valor estimado de R$ 5.642.309,93. A decisão do Tribunal, nesta quinta-feira (2/7), seguiu o voto do conselheiro-relator, José Gomes Graciosa.  
O processo começou a ser analisado pelo TCE em 4 de dezembro, mas apenas parte das exigências foram atendidas pela Secretaria de Obras, que tem, de acordo com esta última decisão, prazo de 30 dias, a contar da data do recebimento da decisão do Tribunal, para o cumprimento das determinações ainda não atendidas. O Tribunal cobra da Seobras a apresentação dos projetos de instalações elétricas, hidráulicas, esgoto e estruturas, além de outros necessários à boa descrição do objeto em licitação; que inclua no caderno de especificações a necessidade de, além de um arquiteto/engenheiro junior, um arquiteto/engenheiro coordenador em tempo integral no canteiro, de forma que a fiscalização da obra ou qualquer órgão de controle possa exigir e aferir que este profissional, cuja mão de obra é relevante em valores absolutos, seja utilizado devidamente; e que apresente a licença ambiental ou o termo de dispensa de licenciamento, entre outras determinações.

► HORTA COMUNITÁRIA EM PARADA ANGÉLICA
A comunidade de Parada Angélica, no terceiro distrito de Duque de Caxias, recebeu no dia 27 o projeto Horta Comunitária, que revitalizou uma desativada horta comunitária e permitiu a implantação da e Agricultura Urbana no bairro. Esta demanda foi identificada a partir de visitas domiciliares e outras atividades realizadas pelas alunas do Internato de Nutrição em Saúde Coletiva / UERJ com a equipe de Saúde da Família de Parada Angélica.
Naquele local existe uma associação de moradores que, há cerca de doze anos, desenvolveu um projeto de horta comunitária com o apoio de Organizações Não Governamentais (ONGs). Desde então foram produzidos legumes e verduras para consumo próprio e para comercialização local. A horta existiu por algum tempo, mas não conseguiu manter-se sem o apoio externo. Desta forma, existe no local uma estrutura herdada deste período que precisa de reparos.
A revitalização da horta comunitária apresenta potencial mobilizador de recursos comunitários que, aliados ao apoio da gestão municipal, poderão contribuir para o incremento de consumo de alimentos mais saudáveis e geração de bem estar.
A limpeza do terreno foi realizada pela equipe da secretaria de Serviços Públicos e outras atividades como construção da sementeira, composteira, georreferenciamento da área e melhorias na cerca foram pactuadas e divididas entre os parceiros: voluntários da comunidade, integrantes da Associação de Moradores, técnicos do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (DESANS), alunos de Engenharia Agrônoma da UFRRJ, equipe do Internato de Nutrição da UERJ e um engenheiro florestal convidado da UFRRJ.
O mutirão representou o começo de um projeto que, devidamente amparado, é um potente equipamento de segurança alimentar e nutricional para os moradores locais. O presidente da associação de moradores, Cabral, falou ao diretor do DESANS, José Zumba, da importância de ver o projeto da horta sendo revitalizado e ressaltou que, aos poucos, o projeto crescerá e se tornará mais sólido.

►SUSPENSA A BUSCA E APREENSÃO DE ÔNIBUS
A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio (TJRJ), por unanimidade de votos, suspendeu a busca e apreensão de 15 ônibus da empresa Santa Eugênia, que circulam na linha Borba Gato x Bayer do Brasil, nos municípios de Nova Iguaçu, Mesquita e Belford Roxo, na Baixada Fluminense. A decisão acolheu parcialmente um recurso (agravo de instrumento) da empresa. Os magistrados seguiram o voto do relator do processo, desembargador Fernando Foch. 
A ação de busca e apreensão foi movida pela Caruana S.A – Sociedade de Crédito, Financiamento e Investimento, após a Santa Eugênia ficar três meses sem quitar as parcelas do financiamento com alienação fiduciária, avaliado em R$2.500.000,00, somando juros e multas.  
Segundo o desembargador Fernando Foch, a apreensão dos ônibus prejudicaria a população, já que interromperia a operação da linha, deixando os passageiros sem transporte. “O que se discute no presente recurso é a razoabilidade da medida, que ao abranger a totalidade da frota da recorrente — fato incontroverso —, sem dúvida, inviabilizará o exercício da atividade empresária e interromperá, ainda que temporariamente, o fornecimento do serviço à parcela da população que dele se utiliza”, afirma.
Ao dar parcial provimento ao recurso, o magistrado mantém os veículos na posse da Santa Eugênia, mas determina que seus donos sejam transformados em depositários dos bens, não podendo vendê-los sob pena de prisão. Pelas regras, nos primeiros seis meses, a empresa pode pagar as parcelas, mesmo que em atraso. No entanto, a partir do sétimo mês, será obrigada a quitar os débitos em dia, sob pena de apreensão dos veículos.
O desembargador explicou que o Detro havia suspendido o serviço, exigindo a renovação da frota, o que levou a empresa Santa Eugênia a contrair a dívida. Como a autorização para voltar a prestar o serviço foi concedida apenas três dias antes das apreensões, não houve tempo de conseguir o dinheiro para quitar o financiamento. “De fato, independentemente de há quanto tempo o serviço vinha sendo prestado, fato é que, quando da busca e apreensão, a linha Borba Gato X Bayer do Brasil vinha sendo operada pela agravante que, ao que tudo indica, contraiu os empréstimos para renovar a frota e se adequar às exigências feitas pelo Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro – DETRO-RJ da Secretaria de Estado de Transportes do Estado do Rio de Janeiro”, ressalta o magistrado. (Agravo de Instrumento: 0019324-49.2015.8.19.0000)

►CLIPE HOMENAGEIA RAUL SEIXAS 
O desembargador Wagner Cinelli de Paula Freitas, da 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), lançou um clipe em homenagem ao cantor e compositor Raul Seixas, na noite desta quinta-feira (2), no Centro Cultural do Poder Judiciário (CCPJ). O artista, que faria 70 anos no último domingo, dia 28, foi homenageado com o show “Saudades do Raul”, que teve a participação da Banda Urca Bossa Jazz.
Durante o show realizado na Sala Multiuso do CCPJ, foram tocadas oito músicas do compositor e apresentado o clipe com a música autoral inédita “Saudades do Raul”, de autoria do desembargador Wagner Cinelli.
“Quando eu penso em Raul penso num rock, ainda que tenha uma brasilidade de um baião, tudo misturado com as sonoridades do baixo, bateria e guitarra. Aqui não tem nada disso porque nós somos o Urca Bossa Jazz, que no momento não está fazendo nem Bossa nem Jazz, está fazendo um Raul bem misturado, que acho que até o Raul ia gostar”, brincou Cinelli.
A Banda Urca Bossa Jazz conta com Wagner Cinelli nos teclados; Matheus von Krüger, voz e violão; Didier Fernan, no baixo; Bia Falcão, voz;  Laudir de Oliveira e Daniel Zimmer, na percussão e Tino Júnior, flauta e saxofone. O show foi gratuito e teve todos os ingressos esgotados.
Assista ao clipe no link: https://goo.gl/G9f8Ln

►EX SEGURANÇA DE TRAFICANTE VOLTA À CADEIA
O juiz da Vara de Execuções Penais (VEP), Eduardo Oberg, revogou nesta sexta-feira, dia 03, o benefício de liberdade condicional que havia sido concedido ao traficante Ítalo de Jesus Campos, conhecido como Perninha. Ele é apontado como homem de confiança e ex-segurança do traficante Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha. O magistrado também mandou expedir, com urgência, mandado de prisão, para regime semiaberto.  
Na decisão, o juiz Eduardo Oberg disse que reconsiderou sua decisão após fazer uma análise minuciosa dos autos e constatar que o acusado voltou a residir no mesmo local onde exercia as atividades criminosas. “Compulsando-se atentamente os presentes autos a um exame cuidadoso do registro de ocorrências, verifico que o apenado possui três condenações por associação para produção e tráfico de drogas e condutas afins, estando exaustivamente comprovado nos processos que originaram a presente execução, o seu envolvimento com a quadrilha do tráfico da localidade onde reside. Assim, se mostra prematura a concessão do benefício de livramento condicional”, argumenta o magistrado. 

►UPP-MANGUEIRINHA CONTRA AS DROGAS
O Colégio Pedro II, no bairro Centenário, foi o palco nesta sexta-feira (03), da formatura de mais 164 alunos do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). Os estudantes que foram agraciados com certificados após 17 semanas de curso fazem parte das escolas municipais Carlota Machado, Zilla Junger da Silva e Gastão Reis.
O programa é desenvolvido através de convênio firmado da prefeitura, através da Secretaria de Educação (SME), e a Policia Militar, que beneficia de alunos de 5ª a 7ª série da rede municipal. Entre os ensinamentos passados estão à valorização da vida e a importância dos estudantes se manterem longe das drogas e da violência.
As aulas do Proerd foram ministradas pela soldado PM e instrutora educacional Alessandra Lima de Brito que recebeu homenagens dos professores e alunos. As formaturas acontecerão até o dia 16 de julho envolvendo outras escolas do município totalizando 1.432 alunos de 17 escolas. Nesta segunda-feira (06/07), às 14h, será a vez de 70 alunos da Escola Municipal Professora Maria de Araújo da Silva, do bairro Taquara, serem formados.
 “Essa parceria só é possível porque existe o interesse do governo municipal, através do prefeito Alexandre Carvalho, no trabalho de prevenção”, destacou o subcomandante da UPP Mangueirinha, tenente Rosenberg.
A PM e instrutora educacional Alessandra ressaltou que o Proerd é fruto de uma grande parceria lembrando ainda que tudo que é falado em sala de aula ajuda muito as crianças a se afastarem das drogas. Em seguida comandou a leitura do juramento e apresentou o mascote do programa, o leão “Leo”. O Proerd além das lições ministradas em linguagem acessível propicia um forte elo na comunidade fortalecendo o trinômio: Polícia Militar, Escola e Família.
“Se não tem quem faça o bem o mal vai prosperar”, disse a educadora.

►FAMÍLIA DOA COLEÇÃO DE REITOR PINTOR
Duque de Caxias recebeu nesta terça-feira (30), um importante acervo de obras de artes do escritor, artista plástico e fundador da Universidade Estácio de Sá, João Uchoa Cavalcanti Netto, falecido em 2012. Os quadros foram entregues na sede da secretaria municipal de Assistência Social e Direitos Humanos no pelo coordenador do Espaço Britannia, Raphael Saboya Valente. A primeira-dama e secretária de Ações Institucionais e Comunicação, Tatyane Lima, e a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Claudia Peixoto, receberam os quadros em nome do prefeito Alexandre Cardoso
“Toda doação é muito bem-vinda e tentamos através destas boas ações promover o bem. Por meio de várias iniciativas das secretarias, buscamos criar e reforçar os laços que unem diferentes personagens do circuito da arte, que também é uma forma de mostrar ao cidadão a arte, viabilizando uma possível recuperação pela pintura. Nos colocamos a disposição para futuras parcerias com a galeria”, destacou a secretária Claudia Peixoto.
Exposto durante algum tempo no Espaço Britannia, na Barra da Tijuca, os quadros pintados por João Uchoa na década de 1990, farão parte da decoração de equipamentos públicos de Duque de Caxias. Para o marchand Raphael Valente, essa será uma oportunidade de levar as obras do artista a um número cada vez maior de pessoas.
“Tenho certeza que essa doação será bem aproveitada. A população terá oportunidade de conhecer e admirar esse grande trabalho realizado pelo João Uchoa”, afirmou o coordenador.
A visita da primeira-dama e secretária de Ações Institucionais e Comunicação, Tatyane Lima, à sede da secretaria municipal de Assistência Social e Direitos Humanos também servir para a entrega doações para campanha de agasalhos.
O objetivo da campanha, que se estenderá até o fim do inverno, é amenizar o sofrimento da população que vive em abrigos ou pelas ruas da cidade, durante a estação mais fria do ano. O ponto de arrecadação funciona das 8h às 17h, na Avenida Brigadeiro Lima e Silva, 1618 – bairro 25 de agosto. 

Postar um comentário