quinta-feira, 23 de abril de 2015

Balanço escancalha maior buraco na história da Petrobras



AO INVÉS DE LUCRO, A PETROBRAS
ADMITE UM BILIONÁRIO PREJUÍZO

A diretoria da Petrobras informou, na noite desta quarta-feira (22), que a empresa teve prejuízo de R$ 6,2 bilhões com os desvios de recursos investigados pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal. O resultado líquido de 2014 ficou negativo em R$ 21,6 bilhões.
Ao apresentar o balanço auditado do ano passado, que já foi entregue à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o gerente executivo de Desempenho Empresarial da Petrobras, Mario Jorge da Silva, disse que os ajustes de ativos foram de R$ 50,8 bilhões, somando os R$ 6,2 bilhões referentes a gastos adicionais capitalizados indevidamente e R$ 44,6 bilhões do provisionamento decorrente da desvalorização de ativos, o chamado Impairment.
Segundo a Agência Brasil, utilizado metodologia baseada no conteúdo da investigações do Ministério Público Federal, os valores referentes à Lava Jato referem-se a 3% do valor de contratos com 27 empresas integrantes do cartel entre 2004 e 2012. Entre as diretorias, a de Abastecimento foi responsável pelo desvio de R$ 3,4 bilhões, a de Exploração e Produção, por R$ 2 bilhões, e a de Gás e Energia, por R$ 700 milhões.
O balanço da Petrobrás foi tema de um debate entre os jornalistas Joice Hasselmann e Augusto Nunes na TV/Veja nesta quarta-feira, conforme vídeo aqui reproduzido. 
Postar um comentário