terça-feira, 17 de março de 2015

QUADRILHA DESVIOU MAIS DE
R$ 100 MI DA CEF NO RJ,MG E SP 
A agência do  Lote VX, em Belford Roxo
era uma das bases da quadrilha
 de estelionatários
Os policiais federais fizeram nesta terça-feira (17) uma grande operação para desarticular uma quadrilha que fraudava contratos de financiamento de imóveis da Caixa Econômica Federal. Os agentes cumprem 34  mandados de condução coercitiva –  autorização judicial para que a polícia leve pessoas investigadas à delegacia e ouça seus fraudulento está a do Lote XV, na divisa de Belford Roxo (foto) com Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.
Também estão foram cumpridos 31 mandados de busca e apreensão e o afastamento de dez funcionários públicos. A Polícia Federal (PF) fará a apreensão de 20 veículos e bloqueará contas-correntes. A Operação Dolos está sendo feita nos estados do Rio de Janeiro, de São Paulo e Minas Gerais.
A liberação de recursos nas três agências, Pio X e Riachuelo, na Capital e Lote XV, em Belford Roxo, demorava apenas quatro dias, enquanto nas demais agências, de acordo com a Polícia Federal, o processo demorava um mês. Os suspeitos serão indiciados por associação criminosa, falsificação de documentos públicos, estelionato, peculato e corrupção.
Segundo a PF, a organização usava documentos falsos e liberava valores sem a devida garantia, para contratos de financiamento de até R$ 1 milhão. A investigação da polícia aponta a participação de funcionários de três agências da Caixa e até de gerentes regionais da instituição.

A maioria dos financiamentos envolvia imóveis da Região dos Lagos fluminense. Alguns foram avaliados em mais de dez vezes o real valor de mercado.  Vários contratos envolviam imóveis que sequer existiam. 
Postar um comentário