quarta-feira, 18 de março de 2015

SUÍÇA JÁ BLOQUEOU R$ 1,3 BI
DE ENVOLVIDOS NO PETROLÃO 
O chefe do Ministério Público da Suíça, Michel Lauber, disse, nesta quarta-feira (18), que as autoridades suíças já bloquearam 400 milhões de francos suíços – cerca de R$ 1,3 bilhão – em nove investigações ligadas aos casos de desvios e corrupção na Petrobras que são investigados pela Operação Lava Jato. Deste total, foi autorizada a devolução de R$390 milhões, sendo que até o momento R$ 292 milhões já foram repatriados.
Segundo Lauber, as investigações na Suíça sobre a Petrobras estão concentradas em mil operações bancárias realizadas em pelo menos 30 instituições diferentes em vários países europeus.
"Esse caso, em termos de ativos bloqueados, é muito importante. O que eu acho que torna esse caso específico é o nível de boa cooperação e a celeridade em que conseguimos liberar o dinheiro de volta para o Brasil. Temos certeza que podemos continuar a cooperar", disse o procurador suíço que, junto com outros membros do Ministério Público daquele país estão no Brasil para estreitara cooperação com o Ministério Público Federal (MPF).
"Viemos também para agradecer aos procuradores brasileiros, seu apoio a nossas investigações na Suíça. Não é comunicação de uma via só, é mútuo, precisa de parcerias e um fundamento legal bem claro", destacou Lauber
Postar um comentário