terça-feira, 26 de maio de 2015

ATIVIDADE NA INDÚSTRIA CAI
AO MENOR NÍVEL DESDE 2009
A atividade industrial caiu em abril e atingiu o menor nível para o mês em seis anos. Segundo a Sondagem Industrial, divulgada hoje (25) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o setor trabalhou com 67% da capacidade instalada, 4 pontos percentuais abaixo da de abril do ano passado e no menor nível para o mês desde 2009.
Na escala elaborada pela CNI, a utilização da capacidade instalada efetiva em relação ao usual ficou em 35,6 pontos no mês passado e a evolução da produção, em 39,7 pontos. Os indicadores variam de 0 a 100. Abaixo de 50 pontos, o índice mostra queda nos indicadores. Em relação ao mercado de trabalho, o índice do número de empregados ficou em 43,1 pontos, também o menor da série histórica.
De acordo com a CNI, a queda na produção é intensa e está disseminada entre os setores, sobretudo nas empresas de médio e de pequeno porte. O indicador de estoques atingiu 51,8 pontos, indicando alta nos estoques das fábricas como resultado da queda das vendas.
Em relação às expectativas dos empresários para os próximos meses, a pesquisa confirmou a manutenção do pessimismo. Todos os indicadores ficaram abaixo da linha de 50 pontos. A expectativa de aumento de demanda caiu para 45,9 pontos em maio, ante 47,9 pontos em abril. O índice de perspectiva de aumento de exportações registrou 48,6 pontos.
O indicador de compras de matérias-primas ficou em 44,1 pontos. A expectativa de aumento do número de empregados atingiu 42,1 pontos. O índice de intenção de investimentos caiu pelo quinto mês seguido, para 44,2 pontos em maio, aumentando para 8,2 pontos o recuo acumulado no ano.
A CNI ouviu 2.327 empresas entre 4 e 13 de maio. Do total, 956 são pequenas; 817, médias; e 554, de grande porte.

►MPF INTENSIFICA O COMBATE À CORRUPÇÃO
Vinte e um países unidos no combate à corrupção. Esse é o objetivo da campanha #CORRUPÇÃONÃO, realizada pelo Ministério Público Federal (MPF) em parceria com a Associação Ibero-Americana de Ministérios Públicos (Aiamp). A ação visa ampliar o debate sobre o combate à corrupção, além de conscientizar as pessoas sobre o papel do Ministério Público no enfrentamento a este tipo de crime.
A campanha #CORRUPÇÃONÃO tem foco na internet e visa atingir, principalmente, jovens de 16 a 33 anos. A ideia é explorar as redes sociais com o uso das hashtags #CORRUPÇÃONÃO e #CORRUPCIÓNNO. A escolha do público-alvo levou em conta o potencial mobilizador da rede e da indignação dos jovens em torno do assunto. 
Segundo o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pesquisas recentes da Transparência Internacional apontam que os jovens são os mais incomodados com a corrupção. “Eles também são os mais dispostos a encarar as mudanças culturais necessárias ao enfrentamento da corrupção”, explicou. Ele ressaltou, ainda, que esta é uma oportunidade para reforçar o papel do Ministério Público brasileiro no combate à corrupção nas esferas cível, criminal e, ainda, na recuperação de ativos.
Os Ministérios Públicos dos países que integram a Aiamp têm forte atuação no combate à corrupção. A campanha foi um compromisso de Rodrigo Janot na gestão como presidente da associação. Durante a 22ª Assembleia-Geral da Aiamp, em novembro do ano passado, no Uruguai, ele apresentou três propostas de campanha publicitária. Por unanimidade, foi escolhida a opção de declarar "não à corrupção", considerada a mais adequada em função da visibilidade e clareza da mensagem.
O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) afirma que a corrupção é o maior obstáculo ao desenvolvimento econômico e social no mundo. A entidade estima que, a cada ano, pelo menos US$1 trilhão são gastos em subornos, enquanto cerca de US$ 2,6 trilhões são desviados. A soma é equivalente a mais de 5% do PIB mundial.
A campanha reforça que é preciso dizer 'não' à corrupção, por menor que ela seja, em todos os lugares: em família, nas ruas, nas conversas informais. Anna Carolina reforça que o sucesso do #CORRUPÇAONÃO depende da participação de todos.
“É importante destacar que comportamentos simples como furar fila, falsificar carteirinhas de estudante, ou subornar um agente de trânsito, por exemplo, também são atos de corrupção. Nosso objetivo maior é mostrar que a mudança ética em favor da sociedade começa nas atitudes de cada um”, explica.

►MEC EXCLUI 74 INSTITUIÇÔES DO PROUNI
O Ministério da Educação (MEC) desvinculou 74 mantenedoras de instituições de ensino superior do Programa Universidade para Todos (ProUni) por falta de comprovação de regularidade fiscal. Desse total, 11 são reincidentes e só poderão aderir novamente ao programa após o prazo de um ano. As demais 63 mantenedoras podem apresentar recurso administrativo contra a decisão na Secretaria de Educação Superior.
A decisão e a lista com as mantenedoras desvinculadas estão publicadas na edição de hoje (25) do Diário Oficial da União. De acordo com a decisão, não haverá prejuízo para os estudantes que já participam do ProUni e eles terão as matrículas preservadas pelas mantenedoras. Entre as 74 instituições desligadas do ProUni aparece, além da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade, que há mais de 30 anos oferece ensino gratuito a milhares de adolescentes, e o Instituto Metodista de Educação – IMED – empresas cuja razão social não tem ligação com a área educacional, como a Distribuidora de Derivados de Petróleo Pinheiro Ltda., CV & C. Consultores Associados Ltda.
Ao informar a desvinculação, a decisão cita o Artigo 1° da Lei n° 11.096, de 13 de janeiro de 2005, que determina que a mantenedora deve comprovar, ao final de cada ano-calendário, a quitação de tributos e contribuições federais administrados pela Receita Federal, sob pena de desvinculação do ProUni, sem prejuízo para os estudantes beneficiados e sem ônus para o Poder.

►SAI A PRIMEIRA CONDENAÇÃO DE CERVERÓ
O juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró a cinco anos de prisão por lavagem de dinheiro. De acordo com a sentença, o ex-diretor comprou um apartamento no Rio de Janeiro com recursos oriundos de uma empresa offshore dirigida por ele, segundo a acusação do Ministério Público Federal (MPF). Cerveró está preso preventivamente desde o dia 14 de janeiro.
De acordo com investigadores da Operação Lava Jato, parte da propina recebida por Cerveró, durante o período em que ocupou o cargo de diretor da Petrobras, foi procedente do exterior, por meio de empresas sediadas no Uruguai, na Inglaterra, na Espanha e na Suíça. Como prova do crime de lavagem de dinheiro, o MPF citou a compra de um apartamento avaliado em R$ 7,5 milhões, no Rio, por meio da empresa Jolmey do Brasil, criada para ocultar o dinheiro recebido pelo ex-diretor.
“Nestor Cerveró não logrou explicar de maneira convincente porque declarou no inquérito o pagamento de R$ 8 mil reais mensais de aluguel e ainda alterou a versão anterior dos fatos, agora, alegando que, em 2012 e 2013, não mais teria pago aluguéis, mas apenas valores de condomínio e garagista, o que não faz muito sentido já que os pagamentos constam, na declaração de rendimentos, como tendo sido feitos à Jolmey [empresa de fachada]”, argumentou Moro.
Na ação penal, a defesa de Cerveró alegou que ex-diretor era apenas o locatário do imóvel e que o valor do aluguel foi reduzido por conta de reformas realizadas por ele.

►BRASILEIROS TINHAM US$ 5,4 BI NO HSBC
A Receita Federal identificou a existência de 5.581 contas, ativas e inativas, de brasileiros no Banco HSBC da Suíça. Desse total, 1.702 apresentavam saldo ao final de 2006, somando aproximadamente US$ 5,4 bilhões.
Com base na lista de titulares das contas, a Receita está cruzando as informações do CPF com suas bases de dados para a identificação de contribuintes com indícios de evasão fiscal entre 2011 e 2014. O Fisco pediu ainda ao Banco Central e Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) informações sobre um primeiro conjunto de registros para buscar indícios de crimes contra o sistema financeiro e de lavagem de dinheiro.
Entre os CPF já identificados pela Receita, há 736 contribuintes que morreram. Entre os vivos, 264 são estrangeiros, 263 com CPF suspenso, 97 com o documento cancelado, 15 pendentes de regularização e um com CPF nulo. O órgão arrecadador descobriu ainda 1.942 contribuintes com mais de 70 anos. O Fisco não conseguiu identificar 1.129 nomes.
A investigação ocorre com base em arquivos eletrônicos enviados pela administração tributária francesa. Com sede em Paris, a Direction Générale des Finances Publiques repassou ao Brasil 8.732 arquivos eletrônicos, cada um supostamente com o perfil de um cliente brasileiro do banco suíço. Até agora, 7.359 perfis foram verificados. Como há casos de uma mesma pessoa com múltiplos perfis de cliente, o número efetivo de titulares é menor.
Com base nas informações colhidas até agora, a Receita pretende identificar eventuais herdeiros dos 736 contribuintes falecidos, analisar vínculos entre contribuintes identificados para encontrar grupos de correntistas relacionados ou ligações entre pessoas físicas e jurídicas. Os casos mais graves identificados pelo Fisco, Banco Central e Coaf terão a investigação aprofundada pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal. 

►IPC-S SOBE EM CINCO CAPITAIS
A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) avançou em cinco das sete capitais pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getúlio Vargas (FGV), com destaque para a cidade de Salvador, onde a taxa subiu de 0,92% para 0,95% na semana encerrada no último dia 22. Na média das capitais, o IPC-S subiu de 0,65% para 0,68%.
O cálculo do IPC-S se baseia em um sistema de coleta quadrissemanal, com encerramento em quatro datas pré-estabelecidas (7, 15, 22 e 31). Apesar de a coleta ser semanal, a apuração das taxas de variação leva em conta a média dos preços coletados nas quatro últimas semanas até a data de fechamento. O IPC-S é uma versão do Índice de Preços ao Consumidor (IPC): mede a variação de preços de um conjunto fixo de bens e serviços componentes de despesas habituais de famílias com nível de renda situado entre um e 33 salários mínimos mensais. O IPC-S faz pesquisas em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Porto Alegre e Brasília.
A cidade do Recife manteve a posição da semana imediatamente anterior e registrou a segunda maior alta: subiu de 0,82% para 0,91%. A cidade de São Paulo registrou igualmente elevação da taxa, que passou de 0,6% para 0,69%.
A menor alta foi registrada em Brasília, onde o IPC-S subiu de 0,42% para 0,47%. Belo Horizonte registrou decréscimo: o índice caiu de 0,95% para 0,83%. O índice do Rio de Janeiro também registrou queda de 0,5% para 0,48%. 

►SOBE O CUSTO NA CONSTRUÇÃO CIVIL
O índice nacional de custo da construção variou 0,45% em maio, taxa inferior ao mês anterior, que foi 0,65%. A pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) considerou valores entre 21 do abril e 20 de maio.
No índice relativo a materiais, equipamentos e serviços, a variação foi 0,67% em maio. No mês anterior, a taxa ficou em 0,95%. Na categoria mão de obra, a variação foi 0,24%, inferior a abril, quando a taxa foi 0,38%.
No grupo materiais, equipamentos e serviços, o índice variou 0,79%, sendo que, no mês anterior, a taxa foi 1,14%. A parcela relativa a serviços passou de 0,24% em abril para 0,22% em maio. Neste grupo destaca-se a desaceleração do subgrupo refeição pronta no local de trabalho que variou de 0,96% no mês anterior para 0,44% em maio.
A mão de obra registrou variação de 0,24% em maio. Em abril, a variação foi 0,38%. A taxa de variação desta classe de despesas foi influenciada pelo reajuste salarial no Rio de Janeiro.
  
►GREVE PARALISA OBRAS EM ANGRA 3
As obras da Usina Nuclear Angra 3 foram paralisadas nesta segunda (25), após assembleia geral dos trabalhadores, que aprovaram greve por tempo indeterminado. A mobilização é por 10% de aumento salarial e de 25% na cesta básica. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil de Angra dos Reis e Paraty, Anderson Pereira, disse que a greve vai provocar ainda mais atrasos na conclusão da usina, que teve as obras reiniciadas em 2009, depois de duas décadas paradas, com previsão de entrar em operação em 2018.
“É greve por tempo indeterminado. Estamos aguardando os patrões darem respostas. A obra vai atrasar mais ainda, pois, se não avançarmos nas negociações, a produção vai ficar parada”, disse Pereira.
O Sindicato das Empresas de Engenharia de Montagem e Manutenção Industrial do Rio de Janeiro ofereceu um aumento escalonado, de acordo com a faixa salarial. Pela proposta, seria concedido reajuste de 8% para os trabalhadores com menores salários, de 7,13% para os profissionais que recebem até R$ 4,5 mil, de 4,7% para salários até R$ 7 mil e livre negociação acima desses níveis. Os trabalhadores rejeitaram a proposta.
As empresas oferecem tíquete-alimentação no valor de R$ 260, mas os trabalhadores reivindicam R$ 300. Angra 3 será a terceira usina da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto. Quando entrar em operação comercial, o que está previsto para 2018, a nova unidade, com potência de 1.405 megawatts, será capaz de gerar mais de 12 milhões de megawatts-hora por ano, energia suficiente para abastecer as cidades de Brasília e Belo Horizonte durante o mesmo período. Com Angra 3, a energia nuclear passará a gerar o equivalente a 50% do consumo do estado do Rio de Janeiro. Angra 3 terá características similares às de Angra 2, com tecnologia alemã Siemens/KWU (hoje, Areva ANP). As informações estão no site da Eletronuclear.

►PROCON LACRA 57 ÔNIBUS NO RIO
O Procon Estadual do Rio de Janeiro vistoriou na madrugada de hoje (26) 59 ônibus na garagem da empresa Viação Pégaso, na zona oeste do Rio, e encontrou irregularidades em todos os coletivos. Dois veículos tiveram os problemas resolvidos no momento da fiscalização, mas 57 foram lacrados pelo órgão e só voltarão a circular depois que a empresa fizer os reparos e submeter os veículos à nova perícia.
A ação faz parte da Operação Roleta Russa, e o diretor de Fiscalização do Procon, Fábio Domingos, disse que o resultado da vistoria mostra a ausência de uma rotina de manutenção na empresa: "Os problemas encontrados seriam sanados se fosse uma empresa que tivesse uma rotina de manutenção. O problema é que essas empresas não têm essas rotinas. Quando o motorista vai para o ônibus, o check-list que ele faz é virar a chave", apontou. "Estava lá com mais dez fiscais e o que constatamos é que cada ônibus em que a gente entrava, a gente interditava."
Os fiscais encontraram ônibus com certificado de licenciamento com data de 2013, janelas e retrovisores quebrados, faróis e luzes de ré queimados, freio quebrado, fiação solta e dedetização vencida, além de outros problemas. Veículos sem extintores de incêndio e bancos de portadores de necessidades especiais danificados também foram interditados. 
A empresa foi autuada e apresentará sua defesa dentro de 15 dias, para então ser calculada a multa a ser paga. O Procon alertar a prefeitura do Rio de Janeiro, as agências reguladoras competentes e o Ministério Público (MP) para que mais providências sejam tomadas. A vistoria, segundo Domingos, foi motivada por um pedido do MP e por denúncias que chegaram ao Procon. 

►FORUM DEBATE MICRO EMPRESAS E INOVAÇÃO
O Sistema FIRJAN realizará, nesta quinta-feira (28), em parceria com o SEBRAE, o Fórum Linhas de Fomento Direcionadas às Micro e Pequenas Empresas, e vai reunir especialistas em inovação tecnológica nas áreas de alimentos, bebidas, meio ambiente, eficiência energética, automação e simulação. O evento busca disseminar conhecimentos sobre fontes de financiamento e consultorias para empresas. 
Um dos destaques da programação será a apresentação do SEBRAETEC - Serviços em Inovação e Tecnologia do SEBRAE. São serviços especializados e customizados para ajudar na implementação de soluções inovadoras para empresas de micro a pequeno portes.  A proposta é discutir o tema inovação nos negócios nas áreas de design, produtividade, propriedade intelectual, qualidade, inovação, sustentabilidade, tecnologia da informação e comunicação. 
O evento é gratuito e será realizado no auditório do Senai, na Rua Artur Goulart, nº 124, em frene à Praça da Indústria, no bairro Pauliceia.

►HEMORIO CONVOCA AS MULHERES
Começou nesta terça-feira (26), e vai até a quinta (28), a 12ª edição da campanha Mulher + Solidária, realizada pelo Hemorio para convocar a população feminina do estado do Rio de Janeiro a doar sangue. Esta edição da campanha tem como madrinha a atriz Juliana Paes. O Hemorio é o hemocentro coordenador que distribui sangue e derivados para aproximadamente 200 hospitais públicos do Estado do Rio.
Nestes três dias de campanha, o Hemorio vai realizar palestras e workshops para as doadoras que comparecem à unidade, no Centro da cidade. A ação busca alertar o público feminino para a doação voluntária de sangue, já que o número de mulheres que doam frequentemente é muito baixo em relação aos homens. 
– Mais da metade da população do estado do Rio de Janeiro é do sexo feminino e, no entanto, entre os doadores, elas representam apenas 35%. Nos últimos anos, esse índice mostrou aumento, mas ainda assim, é preciso melhorar – disse a chefe do serviço de hemoterapia, Esther Lopes.
– Aceitei participar porque me solidarizo com o tema. Doar sangue é um ato de generosidade e de amor incondicional, assim como a maternidade. Acho valioso incentivar a doação feminina. Portanto, mulheres, vamos lá. Também sou mãe, trabalho fora, cuido da família e reservei um tempinho para apoiar a campanha. Se cada uma de nós doar uma hora do seu dia, os bancos de sangue não vão esvaziar nunca mais – afirmou a atriz. 
Para ser um candidato à doação de sangue, é necessário trazer um documento oficial de identidade com foto (original), estar bem de saúde, ter entre 16 e 69 anos e pesar mais de 50 quilos. Jovens com 16 e 17 anos podem doar sangue com declaração expressa dos pais e / ou responsáveis, cujo modelo pode ser encontrado no site do Hemorio – www.hemorio.rj.gov.br. Não é preciso estar de jejum, mas é importante evitar alimentos muito gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação. Os doadores serão cadastrados e vão responder um questionário que avalia se há alguma situação ou doença que impeça a doação de sangue e, em seguida, são encaminhados para a triagem clínica. 
Para mais informações, o voluntário pode entrar em contato com o Disque Sangue (0800 282 0708), onde são esclarecidas dúvidas e informados os endereços dos outros 26 postos de coleta distribuídos pelo Rio de Janeiro. O Hemorio fica na Rua Frei Caneca, 08 - Centro e funciona todos os dias (inclusive sábados, domingos e feriados) das 7 às 18 horas.
 
►II SEMANA DE ENFERMAGEM EM CAXIAS
Enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem participaram nesta segunda-feira (25), da abertura da II Semana de Enfermagem, no auditório Antônio Cláudio Dalto Lemos, no Hospital Municipal Dr. Moacyr do Carmo. O encontro com término nesta sexta-feira (29), debaterá vários, e tem como objetivo qualificar os profissionais que trabalham no hospital e em unidades de saúde do município.
A valorização destas profissionais e a importância da enfermagem para os médicos, foi ressaltada pelo prefeito Alexandre Cardoso.
“Como médico reconheço a importância de enfermeiros, técnicos e auxiliares em nosso trabalho.  É a atuação deles que nos ajuda durante e antes do atendimento. A prova está no desempenho destes profissionais em unidades como a UPA Infantil, onde houve um crescimento de 35% por conta de pacientes de outros municípios, assim como acontece no Hospital Dr. Moacyr do Carmo ou na UPA Parque Beira Mar. Queremos que no final da jornada estas pessoas estejam mais capacitadas”, disse.
Para o secretário de Saúde de Caxias, Camillo Junqueira o papel da enfermagem é fundamental em todos os momentos, seja na higiene do paciente ou nos cuidados. Tenho certeza que a Semana de Enfermagem irá qualificar nossos profissionais serem ainda melhores”, comentou.
Participaram da solenidade o diretor geral do Hospital Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo, Magno Loureiro, a diretora de Enfermagem do hospital, Severina Gonçalves e a coordenadora de Enfermagem de Duque de Caxias, Lídia Meyre.
Neste primeiro dia do seminário, ocorreram palestras sobre “ A política de segurança do paciente”, com a médica Patrícia Neves, “ A segurança do paciente e sua interface com a enfermagem”, feita pelo enfermeiro Felipe Kaezer dos Santos. Nesta quarta-feira (27), acontece uma mesa redonda sobre “ O processo de implantação do Núcleo de Segurança do Paciente, tendo a participação de Severina Gonçalves da Silva e da médica Sandra Fernandes. (Fotos: Ralff Santos) 

►DEFESA CIVIL FEZ SIMULADO EM ÁREA DE RISCO
A secretaria de Defesa Civil e Políticas de Segurança de Duque de Caxias realizou no domingo (24), o 3º Exercício Simulado de Desocupação em comunidades vulneráveis utilizando o sistema de alerta e alarme comunitário para chuvas e inundações. Dessa vez, as áreas contempladas foram o Parque Uruguaiana, a Vila Urussaí, o Jardim Primavera (Av. das Palmeiras) e o Jardim Anhangá.
O exercício mobilizou 1.065 moradores da região. Foram cadastradas 267 famílias e 656 animais. Pelo menos um representante de cada família vulnerável se deslocou para um local seguro pré-determinado pela Defesa Civil, denominado Ponto de Apoio, durante a realização simultânea da atividade de prevenção.
A mobilização contou com a participação de 210 pessoas, das quais 115 eram agentes públicos das secretarias municipais de Defesa Civil e Políticas de Segurança e de Assistência Social e Direitos Humanos, Guarda Municipal; e 95 integrantes da Rede Municipal de Servidores, Voluntários e Amigos da Comunidade (Rede SVAC).
O secretário de Defesa Civil e Políticas de Segurança, Marcello Silva da Costa, visitou as quatro regiões e destacou a importância do Sistema de Alerta e Alarme Comunitário para Chuvas e Inundações. “Esse sistema é fundamental para preservar vidas. Nosso objetivo com essas atividades é treinar as comunidades vulneráveis e corrigir possíveis falhas no sistema. O exercício simulado foi um sucesso”, afirmou o secretário.





Postar um comentário