domingo, 14 de junho de 2015

NA FESTA DO PADROEIRO, PROCISSÃO
E LITERATURA FORAM OS DESTAQUES 
A procissão foi um dos destaques da festa
A Procissão, que percorreu as principais rus do Centro da cidade, e bate-papos literários foram os destaques da Festa de Santo Antônio em Duque de Caxias, encerrada na noite deste domingo, em homenagem ao padroeiro da cidade. Na tarde deste sábado (13), após os eventos religiosos da manhã com várias missas que celebraram o feriado do santo casamenteiro, a programação contou com atrações literárias, aulas shows com chefs renomados e a procissão que percorreu as principais ruas do centro.
Muita gente participou dos debates
com escritores
 À noite ainda houve tempo para o cenáculo do amor no palco da igreja, programação musical com quadrilhas caipiras e shows, restaurante com menu do chef convidado Dalton Rangel, além das tradicionais barracas com comidas típicas, caminhão da leitura da secretaria Municipal de Cultura e Turismo e o ônibus do livro. 
O Festival Literário da Biblioteca Leonel de Moura Brizola teve uma série de bate-papos. No palco principal aconteceu o lançamento do livro “Pecadores” de Delyli Adams e uma troca de ideias com o escritor Jean Lucas Ramos Veloso autor do livro “O Corvo de Olhos Brancos” dentro do projeto LITERACAXIAS.
"Maximillian é apenas um jovem garoto em uma Alemanha ascendente. Após achar um corvo machucado em um campo e cuidar da ave, os dois criam um vínc
Na festa teve até lançamento de livro
 feito por estudantes de Caxias
ulo especial; vínculo este que viria a salvar sua vida várias vezes", destacou Jean Lucas. 
As crianças também marcaram presença na festividade com a contadora de estórias, Ionara Domingues, a “Tia Iôiô”, que arrancou risadas dos estudantes da rede de ensino com seus personagens e brincadeiras como a Dona Baratinha.
Conhecido por já ter cozinhado para a princesa Diana, o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton e a banda Rolling Stones, o chef apresentou o tema: “Canapés, os Originais”. Com 16 tipos de canapés, mostrou uma variedade de degustação com ingredientes com tortilhas, tapioca, salame, salmão, carne de siri, entre outros. Incao é considerado um dos grandes expoentes da alta gastronomia brasileira.
"Tudo precisa ser feito com muito cuidado e delicadeza. Os canapés só conseguem atingir o gosto das pessoas pelas particularidades e o estudo minucioso na mistura dos ingredientes", disse Incao.  
Milhares de fiéis acompanharam a procissão de Santo Antônio, junto com o prefeito Alexandre Cardoso e da primeira-dama Tatyane Lima. Os devotos percorreram as avenidas Governador Leonel Brizola, Manoel Teles e vias do entorno da igreja sob o comando do padre Renato Gentili. Todos participaram na sequência da missa solene na Catedral de Santo Antônio que ficou lotada de devotos. (Fotos: Rafael Barreto)

►COMPUTADOR DA DELTA PERICIADO NOS EUA
O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) considerou lícita a realização de perícia por meio de cooperação técnica com os Estados Unidos em HD externo do computador apreendido na Delta Construções. A decisão acompanha o entendimento da Procuradoria Regional da República da 2ª Região (PRR2).
A construtora impetrou mandado de segurança para alegar que não há respaldo jurídico na cooperação técnica, e que a perícia seria ilegal por ter sido delegada a peritos não oficiais, além de desnecessária por já estar em andamento no Brasil.
Em parecer e sustentação oral na sessão de julgamento da 1ª Turma do TRF2, a PRR2 defendeu a legalidade da cooperação técnica, prevista por um acordo bilateral entre Brasil e Estados Unidos da América (Decreto nº 3.810/2001). O procurador regional da República Rogério Nascimento sustentou que o Ministério Público Federal tem o dever de produzir as provas para elucidar os fatos investigados. “Aqui não está se delegando perícia, está se buscando informações que vão ser úteis para formar o convencimento do juízo e nada mais do que isso”, argumentou.
O relator do mandado de segurança, desembargador Paulo Espírito Santo, votou pela denegação da ordem e considerou que a cooperação técnica trata apenas da quebra da criptografia dos dados, não abarcando a perícia, que ocorrerá no Brasil. O entendimento foi acompanhado por unanimidade pela Turma, que denegou a ordem.
A perícia do HD é parte de uma investigação que apura o desvio de verbas públicas em contratos com a Delta Construções entre 2002 e 2012, a partir da CPI que investigou o bicheiro Carlinhos Cachoeira e descobriu a participação da construtora em licitações fraudadas em obras em diversos estados, inclusive no RJ, como a reforma do Maracanã.

►EX DA SETE BRASIL NA CPI DA PETROBRAS
A CP) da Petrobras ouve na próxima terça-feira (16) o presidente do Conselho Administrativo da Sete Brasil, Newton Carneiro da Cunha, e o ex-presidente da empresa João Carlos de Medeiros Ferraz.
A Sete Brasil é uma empresa privada criada pela Petrobras em 2011 para construir 28 sondas de perfuração para exploração do petróleo do pré-sal. Os contratos de operação entre a Sete Brasil e a Petrobras eram de 500 mil dólares por dia de operação para as primeiras sete sondas e de 530 mil dólares para as outras 21. O total era de 22 bilhões de dólares.
Em depoimento à CPI em maio, o presidente da Sete Brasil, Luiz Eduardo Guimarães Carneiro, afirmou que cada plataforma custa 800 milhões de dólares. Para Guimarães, se houve pagamento de propina, isso não se deu por meio dos contratos, mas fora da Sete Brasil.
O diretor de Operações e Participações da Sete Brasil, Renato Sanches Rodrigues, também já foi ouvido pela CPI. Ele disse aos deputados que passou a integrar a diretoria da empresa apenas em junho do ano passado e repetiu várias vezes, durante o depoimento, que não sabia de detalhes da criação da empresa nem dos contratos da Petrobras com empresas acusadas de formação de cartel.
O depoimento de Newton Carneiro da Cunha foi proposto pelo deputado Paulo Magalhães (PSD-BA). Já João Carlos de Medeiros Ferraz foi convidado a pedido dos deputados Altineu Côrtes (PR-RJ) e André Moura (PSC-SE), sub-relatores da CPI.


EX VICE DO BB SE COMPLICA COM A PF E O FBI
Demitido do Banco do Brasil em 2011 e um dos presos pela Polícia Federal na Operação Porto Victoria, o ex-vice-presidente do Banco do Brasil Allan Toledo está numa enrascada.  Fontes da polícia indicam que ele é o principal alvo do Departamento de Justiça dos Estados Unidos que monitorou a quadrilha que lavou quase US$ 1 bilhão numa conexão Caracas-São Paulo-Hong Kong.
Allan Toledo
A informação é do jornalista Leandro Mazzini, no seu blog Coluna Esplanada, em que o Executivo do Banco Banif, Toledo estaria ‘lavando’ dinheiro do narcotráfico. A operação é cooperação da PF com o FBI, e Toledo ainda corre risco de ser extraditado caso a Justiça americana encontre mais provas e decida também processá-lo nos EUA.
Segundo a PF, os investigados responderão por evasão de divisas, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta de instituição financeira e organização criminosa.
Nos bastidores do BB culpam Toledo por ser o pivô do escândalo que liga o ex-presidente Aldemir Bendine a Val Marchiori, a apresentadora de TV beneficiada com empréstimos extra-regra.
Toledo era a única testemunha próxima a Bendine num voo de jatinho SP-Buenos Aires, em que Marchiori era a convidada do então presidente do BB.
Pesa contra o ex-diretor preso também a autoria de um dossiê contra Paulo Caffarelli, ex-diretor do BB, sobre suspeitas de que teria um affair com a filha do ex-ministro Guido Mantega.

►TAXAS DO CHEQUE ESPECIAL CHEGAM A 255,83%.
As taxas médias de juros do cheque especial e do empréstimo pessoal subiram no início de junho, na comparação com igual período de maio, mostra pesquisa da Fundação de Proteção de Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP). No empréstimo pessoal, a taxa passou de 6,1% para 6,15%. A taxa equivalente ao ano é de 104,63%. No cheque especial, a taxa média passou de 11% ao mês para 11,16%, com taxa equivalente anual de 255,83%.
Apenas a Caixa Econômica Federal, que já oferece o menor juro, reduziu a taxa do empréstimo pessoal de 4,4% para 4,27%, na comparação com maio. A única alta foi verificada no Santander, onde  a taxa passou de 7,49% para 7,99%. O Banco do Brasil aumentou 5,25%; o Bradesco, 6,57%; e o HSBC, 7,3%. O Itaú e o Safra mantiveram suas taxas, 6,26% e 5,4%, respectivamente.
Quanto ao cheque especial, três instituições elevaram os juros: a Caixa Econômica Federal passou de 8,65% para 9,52%. Apesar da alta, é a Caixa que oferece melhores condições. No Bradesco, a taxa subiu de 10,63% para 10,8% e, no HSBC, de 12,62% para 12,66%. Os demais bancos mantiveram os juros cobrados: Banco do Brasil, 10,34%; Itaú, 10,64%; Safra, 10,4%; e Santander, 13,74%. Nessa modalidade, a taxa mais alta é a do Santander.
A pesquisa de taxas de juros foi feita em 1º de junho deste ano. O levantamento considerou o período de 12 meses, pois, segundo o Procon-SP, todos os bancos pesquisados trabalham com esse prazo. Os dados referem-se às máximas prefixadas para clientes não preferenciais. Para o cheque especial, foi considerado o período de 30 dias.
O Procon-SP sugere cautela aos consumidores na contratação de tais linhas de crédito. “Antes de qualquer contratação, [o consumidor] deve estar ciente do custo total da operação e da sua capacidade de pagamento. É importante conhecer as várias modalidades de crédito oferecidas no mercado financeiro para poder optar por aquela que oferece a melhor condição”, orienta a fundação.

►PROCON FAZ BLITZ EM PARATY E ANGRA
O Procon/RJ esteve nesta quinta-feira (11) em Paraty, na Costa Verde Fluminense, onde foram constatadas irregularidades em 14 dos 16 restaurantes e pousadas vistoriados. A churrascaria Senzala, na Praça Monsenhor Helio Pires, s/nº, foi interditada, entre outros motivos, por não ter o certificado de potabilidade da água, estar com o alvará provisório vencido em dezembro de 2014 e não apresentar o certificado do Corpo de Bombeiros. Além disso, o único extintor do estabelecimento estava despressurizado e havia fiação exposta na cozinha.
Churrascaria interditada em Parati
Também foram interditadas as piscinas da Pousadas das Canoas (Avenida Roberto Silveira, 61) e do Príncipe (Avenida Roberto Silveira, 69) em virtude da falta de salva-vidas registrados pelo Corpo de Bombeiros para cuidar dos banhistas. A Lei Estadual 3.728/2001 prevê que esse profissional é obrigatório em locais com piscinas com mais de seis metros de largura por seis metros de comprimento. As piscinas serão liberadas para uso apenas depois que as pousadas comprovem a contratação de salva-vidas habilitados.
Na operação desta quinta-feira, foram descartados 49kg de alimentos e 91 litros de bebidas impróprias para o consumo. Não foram encontrados problemas noBendita's Restaurante (Rua Dr. Samuel Costa, 267) e no Coma Kilo (Avenida Roberto Silveira, 34, Chácara).
Depois de passar por Paraty, a Operação Verde que Te Quero Verde do Procon teve prosseguimento em Angra dos Reis, onde os fiscais autuaram 11 de 13 estabelecimentos vistoriados - entre mercados, restaurantes, hotéis e escolas. Foram descartados 123kg de alimentos e 180 litros de bebidas (chope e xarope de refrigerante) vencidos ou sem especificação do prazo de validade.
No supermercado Rede Economia do Parque das Palmeiras, s/nº, os fiscais perceberam problemas pouco antes de sair do local. Eles repararam um carrinho com bacalhau sendo retirado da área de vendas e colocado na área de etiquetagem. Desconfiaram e constataram que o bacalhau seria etiquetado novamente, com novo prazo de validade. Algumas peças apresentavam coloração atípica e aspecto umedecido. Orelhas e o rabos de porco também passariam pelo mesmo processo. Resultado: apenas nesse mercado, foram 49kg e 700g de carnes descartadas.
Nos hotéis e nas pousadas vistoriadas, havia vários problemas relacionados à documentação, como a falta do cartaz da campanha "Diga não ao turismo sexual", da ficha de identificação para crianças e do cartaz informando a proibição de hospedagem de crianças desacompanhadas.

►PREFEITOS CORREM A SACOLINHA EM BRASÍLIA
O presidente do Senado, Renan Calheiros, vai receber os prefeitos na próxima quarta-feira (17), no Salão Negro do Congresso. A reunião vai seguir os mesmos moldes do encontro de Renan com os governadores, realizado no último dia 20, quando as demandas dos estados estiveram no foco do debate. Desta vez, os prefeitos irão levar ao Senado suas preocupações com a necessidade de aumentar os recursos para as cidades e de rever as responsabilidades dos municípios.
Segundo a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), que reúne os administradores das cidades mais populosas do país, de 2000 a 2013 as despesas do conjunto dos municípios brasileiros cresceram meio ponto percentual, enquanto suas receitas aumentaram 5,8 pontos percentuais, acentuando o desequilíbrio entre os entes federativos. Para enfrentar problemas desse tipo, os prefeitos pleiteiam o aprimoramento dos canais de diálogo com a União e os estados.
Renan prometeu acelerar a votação de projetos que garantam a regularidade dos repasses de recursos pela União aos municípios ao discursar durante a 18ª Marcha dos Prefeitos no final de maio, em Brasília. Também se manifestou em favor da revisão do pacto federativo e criticou o ajuste fiscal feito pelo governo, que "pune os mais pobres e penaliza os municípios".
— O pacto federativo está andando. O importante é que tenhamos pontos sobre os quais haja acordo de todas correntes dos municípios e do próprio Parlamento para que a gente possa avançar sem recuo — afirmou naquela oportunidade o presidente do Senado. 

►CONCURSO EM CAXIAS ATRAIU MAIS DE 110 MIL
Como já era esperado, mais de 110 mil candidatos irão disputar as 801 vagas oferecidas pela Pé feiura de Duque de Caxias no concurso que será realizado em julho para preencher vagas no Magistério municipal.
Mais conforto para os alunos e melhores
salários para os professores
Segundo os dados disponibilizados pela Consulpan – instituição responsável pela coordenação e realização do concurso, foram aceitas as inscrições d 114.432 candidatos para as vagas de professor I, professor II Informática, português, inglês, artes, educação física, história, matemática, geografia e ciências, além de
auxiliar administrativo e estimulador materno-infantil. Como há cotas para os que se declararam negros ou índicos, esse grupo terá 16.888 vagas, enquanto 97.104 disputaram as vagas excedentes das cotas.
Os salários oferecidos variam de R$ 1.100,00 a 3,770,41, para candidatos com nível Universitário e especialização.

►ESTAÇÃO DE SARACURUNA DE CARA NOVA
O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Transportes, e a SuperVia concluíram a reforma da estação ferroviária de Saracuruna, no segundo distrito de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A principal alteração foi a unificação do embarque em um espaço mais amplo e nivelado com a rua, facilitando a locomoção de idosos e pessoas com mobilidade reduzida.
Estação de cara nova
 A nova área de embarque conta com bilheteria de fácil acesso, além da reordenação e do aumento no número de catracas de dez para 16. A estação também recebeu piso tátil, revitalização da iluminação, ampliação dos banheiros e nova comunicação visual. A praça, localizada em frente ao novo acesso, também foi reformada para garantir mais conforto aos usuários. 
O programa de investimentos que está em curso no sistema ferroviário do Rio de Janeiro, resultado de uma parceria entre a SuperVia e o Governo do Estado, contempla a reforma de todas as estações. Fruto do investimento de R$ 376 milhões por parte da concessionária, até 2020 todas as estações receberão obras de modernização para oferecer instalações mais acessíveis e confortáveis.
Recentemente, 14 estações passaram por reformas e, agora, as frentes de trabalho estão concentradas nas estações São Cristóvão, Deodoro, Engenho de Dentro e Madureira. As melhorias incluem a adaptação de bilheterias, instalação de elevadores, escadas rolantes, piso tátil, banheiros adaptados e rampas de acesso. Além dos padrões de acessibilidade adotados, a reforma também prevê a construção de cobertura nas passarelas e plataformas, recuperação dos pisos, nova comunicação visual e iluminação. 
No segundo semestre deste ano entrarão em reforma as estações de Ricardo de Albuquerque, Vila Militar e Magalhães Bastos. 

►CLUBE VAI DEVOLVER R$ 39,2 MIL
O Paduano Esporte Clube foi condenado a devolver aos cofres públicos o valor de R$ 39.235,34 (equivalente a 14.467,8453 Ufir-RJ) referente a despesas não comprovadas com utilização dos R$ 104 mil recebidos da Prefeitura de Santo Antônio de Pádua, a título de subvenção social, no exercício de 2009, para promover atividades físicas para os jovens do município.
A penalidade foi decidida, nesta quinta-feira (11), em sessão plenária, pelo do Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ), seguindo voto do conselheiro-relator Marco Antônio Alencar. Pela irregularidade da prestação de contas, o Paduano também terá que pagar multa de R$ 8.135,70 (3 mil Ufir-RJ). Na falta de comprovação dos gastos está incluída a ausência de relatório das atividades desenvolvidas e dos balancetes com a aplicação dos recursos. O prazo para a quitação do débito é de 30 dias contados a partir da data do recebimento da decisão do Tribunal.

►TCE PUNE EX CONTROLADOR DA SUDERJ
Na mesma sessão, o TCE-RJ também condenou o ex-controlador da Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro (Suderj) Luiz José Ferreira a devolver R$ 291.349,83 aos cofres públicos. A punição é referente a irregularidades na celebração de dois convênios entre a Suderj e as Federações de Basquetebol do Estado do Rio (FBERJ) e de Oficiais de Basquetebol do Rio de Janeiro (FOB/RJ). A decisão do plenário acompanhou os votos do conselheiro-relator, Marco Antonio Barbosa de Alencar.
No exame do convênio nº 35/06, formalizado em 2006 entre a Suderj e a FBERJ, no valor de R$ 145.032,00, o TCE-RJ determinou que Luiz José Ferreira, Luiz Raymundo da Silva (servidor da Suderj incumbido de acompanhar a execução do projeto) e a Federação de Basquetebol do Estado devolvam, solidariamente, R$ 231.384,21 aos cofres do estado. Entre as irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas, estão notas fiscais falsas e ausência de materiais gráficos, promocionais e jornalísticos que comprovem a realização do projeto "Campeonato Estadual Feminino 2006". Por ter aprovado o projeto em data posterior ao início da realização do evento, o ex-vice-presidente executivo de esportes da Suderj Stanley Ramos Mackenzie também foi multado em R$ 8.135,70. 
Já com relação ao convênio nº 19/04, formalizado em outubro de 2004 com a FOB, no valor de R$ 33.000, para realização do Projeto "I Torneio Rio de Basquete", Luiz José Ferreira e o ex-vice-presidente executivo de esportes da Suderj Stanley Ramos Mackenzie foram condenados a pagar, solidariamente, R$ 59.965,61.
Entre os problemas encontrados, está a compra de uniformes em quantidade superior ao número de atletas. Neste processo, o plenário do TCE-RJ também aplicou multa de R$ 33.000,00 a Stanley Ramos Mackenzie por ter autorizado o repasse de recursos à FOB sem o devido detalhamento das despesas envolvidas, em desobediência à Lei das Licitações (8.666/93

►CONSÓRCIO MARACANÃ VAI INDENIZAR TORCEDOR
O juiz Marcello Rubioli, titular da 2ª Vara Cível da Ilha do Governador, condenou o Consórcio Maracanã ao pagamento de R$ 3.500 por danos morais a um torcedor que realizou a compra de ingressos pela internet, mas ao chegar ao estádio foi impedido de assistir à partida de futebol.
Segundo os autos, os ingressos adquiridos por Alexandre da Silva não foram reconhecidos e emitidos pelo sistema do consórcio, mesmo a administradora do cartão de crédito usado na compra tendo repassado o dinheiro. O magistrado também determinou que o Consórcio Maracanã reembolse o torcedor em R$ 90,00, acrescidos de juros e correção monetária.
“Cabia à parte ré a prova não só da disponibilização do voucher, como a plena informação desta ao consumidor. O autor, por seu turno, fez a prova que podia dos fatos alegados. Note-se que acostou print do atendimento recebido pelo SAC da ré. Houve desconto do valor dos ingressos sem a remessa do voucher correspondente. Posto, urge reconhecer a pretensão ao reembolso do valor pago”, ressalta o juiz Marcello Rubioli.
Esta é a primeira sentença proferida pelo magistrado contra o Consórcio Maracanã defendendo o direito do consumidor. (Processo: 3867-35.2015.8.19.0207) 

►ALUNOS COLHEM O QUE PLANTARAM
Uma parceria das secretarias de Meio Ambiente (SMMAAA) e de Educação de Duque de Caxias com a Concer –concessionária da Rodovia BR 040 (Rio-Juiz de Fora) permitiu a ) a revitalização da horta da Escola Municipal Presidente Vargas, localizada na área rural do quarto distrito. A produção será usada no reforço da merenda escolar e o excedente distribuído entre os alunos. A reforma foi feita pela empresa ESSATI Engenharia, responsável pela gestão ambiental da nova subida da serra de Petrópolis. O trabalho durou duas semanas e foram plantadas 1.600 mudas
Alunos, professores e técnicos
de mãos dadas na horta
A revitalização da horta, de acordo com a diretora da unidade, Adriana Garcia, vai ao encontro do objetivo pedagógico de vida na escola e que busca também a multiplicação dos ensinamentos que ajudam na preservação do meio ambiente. “Muitas famílias têm espaços em casa que podem ser transformados em hortas familiares e não sabem como utilizá-los”, destacou a professora Adriana.
“Com a revitalização da horta, os envolvidos no projeto participam de experiências de práticas ecológicas, aprendem a reutilizar materiais recicláveis como garrafas pet e pneus, a trabalhar em equipe e ajudarem na complementação da merenda escolar com alimentos saudáveis e nutritivos”, ressaltou.
Dentro de pouco tempo os alunos e professores poderão colher bertalha, quatro tipos de alface, abobrinha, couve, salsa, manjericão, ervilha, chicória, brócolis e capim limão, entre outros produtos saudáveis. Os alunos aprendem também como substituir o tijolo na construção de hortas e preparação da terra para o plantio.
O subsecretário educação ambiental e biodiversidade da SMMAAA, Leonardo Rocha, agradeceu o apoio da Concer na parceria. “A primeira de muitas que poderão beneficiar outras escolas da rede municipal de ensino para produção de uma merenda mais saudável”, disse Leonardo Rocha.
A festa pela revitalização da horta escolar contou com a presença da subsecretária de planejamento pedagógico, Daniela Pereira e da nutricionista Valéria Terra, da Coordenadoria de Alimentação Escolar da SME e pais de alunos. (Fotos Ralff Santos)

Postar um comentário